03/01/2019 às 08h12min - Atualizada em 03/01/2019 às 08h12min

Uberlandenses estão otimistas com novos governos

MARIELY DALMÔNICA
A reportagem do Diário de Uberlândia aproveitou o primeiro dia útil de 2019 para ouvir os moradores de Uberlândia em relação aos novos governos. O sentimento de esperança está presente entre a maioria dos entrevistados, que aguardam por mudanças durante os mandatos do novo governador de Minas, Romeu Zema, e do novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.
 
Qual a sua expectativa sobre o novo governador e presidente?
 “Estou positiva e tenho expectativa que esse novo governo traga melhorias. Estou apostando na saúde, educação, tudo.”
Paula Gonçalves, enfermeira
 
“Eu espero estar errada, de verdade. Sou totalmente contra pessoas que são a favor da tortura, pessoas que defendem morte, pessoas que não acreditam nos direitos das mulheres. Espero que ele [Bolsonaro] faça bem e que a educação melhore, afinal, ele disse que iria investir na educação. Eu espero que o Zema também cumpra tudo o que prometeu, tanta gente já passou e não cumpriu. Agora é torcer pelo melhor.”
Bruna Felício, desempregada
 
“Eu votei no presidente Bolsonaro e tenho fé. Não vejo a hora de colocarem os corruptos cada um em seu lugar. Também espero que a segurança melhore. Eu tenho filhos pequenos e esse mundo que vivemos não está fácil.”
Nathalia Andrade, balconista
 
“As minhas expectativas são boas, embora os dois tenham muitos desafios. Não sei por onde eles vão começar, mas acho que eles vão cortar muitas coisas, reduzir cargos. Os dois pegaram o governo com muitas dívidas, acho que devemos esperar e acreditar para ver o que vai dar.” Andreia Alves, atendente
 
“Eu estou positiva. No geral, a segurança vai melhorar, e a saúde também, porque realmente está muito ruim.”
Juliana Rodrigues, empresária
 
“Espero que as coisas melhorem e facilitem para a classe baixa. É tão difícil conseguir uma casa e remédios, por exemplo. Vamos na UAI [Unidade de Atendimento Integrado] e não tem, passamos dificuldade para comprar. Espero que os dois ajudem. Teve uma época que as coisas foram melhores. No governo do Lula foi bom, não faltou remédio e não faltou assistência. Confio em Deus e neles, vão fazer alguma coisa para ajudar os brasileiros.”
Maria Leide Batista, aposentada
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »