25/06/2018 às 10h49min - Atualizada em 25/06/2018 às 10h49min

Empresário é encontrado morto com tiros na cabeça

A suspeita é que se trata de um crime premeditado cometido por conhecido da vítima

VINÍCIUS LEMOS | REPÓRTER
Crime aconteceu dentro de torneadora que era da própria vítima (Vinicius Lemos)
Um empresário de 29 anos foi morto com tiros na cabeça, na manhã desta segunda-feira (25), em uma torneadora, no bairro Aparecida, na região central de Uberlândia. A suspeita é que se trata de um crime premeditado cometido por um conhecido da vítima. Imagens de câmeras de segurança poderão ajudar na identificação do autor. O empresário foi morto dentro da torneadora, na qual ele era proprietário. Nada foi roubado.

De acordo com levantamentos da Polícia Militar (PM), Marcelo de Souza Nunes era dono de uma torneadora na rua Ituiutaba e como era de praxe abriu o local por volta das 6h. Poucos minutos depois, foi morto com dois tiros na cabeça, enquanto preparava café na copa da empresa. Segundo a perícia da Polícia Civil, os disparos foram feitos de um revólver calibre 38.

A Patrulha de Prevenção a Homicídios (PPH) esteve na torneadora pela manhã e as informações repassadas à imprensa dão conta de que o autor sabia que o portão estaria aberto e entrou sem causar estranheza à vítima. Pode ter havido uma conversa ou discussão antes do homicídio. Tanto na entrada da firma quando no interior do galpão há câmeras de segurança, cujas imagens serão analisadas tanto pela PM quanto pela Delegacia especializada de Homicídios, no intuito de descobrir quem matou Marcelo Nunes.

Ainda segundo a PM, a vítima tinha uma série de passagens policiais, inclusive por tráfico de drogas, ameaça e clonagem de veículos. Existe ainda a informação que o empresário tinha empréstimos com financeiras. Entretanto, não existe ainda uma motivação clara para o homicídio, o que vai demandar investigações.

O empresário trabalhava em uma empresa de usinagem anos antes de montar o próprio negócio, que funcionava há aproximadamente um ano. Vizinhos conversaram informalmente com a reportagem do Diário de Uberlândia e disseram que Marcelo era amigável e tinha boa relação com os vários donos de estabelecimentos próximos ao dele. Testemunhas confirmaram ter ouvidos ruídos parecidos com tiros perto das 6h, o que foi repassado também à polícia.

Corpo encontrado

O corpo de um homem foi encontrado no fim da tarde deste domingo (24) no Rio Uberabinha, próximo ao bairro Jaraguá, na região oeste da cidade. A vítima ainda não foi identificada, de acordo com informações do Instituto Médico Legal (IML). Ele seria um idoso de aproximadamente 60 anos e ainda não foi confirmada a possibilidade do caso ter sido um assassinato. Os bombeiros não constataram sinais de violência durante a retirada do corpo da água, ainda que um afundamento no crânio possa ter sido verificado. Entretanto, o ferimento pode ter sido causado após a morte do idoso.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »