11/05/2018 às 09h02min - Atualizada em 11/05/2018 às 09h02min

LDO prevê aumento de 9,3% no orçamento de 2019

DA REDAÇÃO
Projeto foi apresentado ontem no auditório do Centro Administrativo | Foto: Valter de Paula/Secom/PMU
 
O orçamento para a administração municipal em 2019 poderá ser 9,3% maior do que o previsto para 2018. É o que aponta o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o próximo ano, que estima R$ 2,797 bilhões no caixa da Prefeitura de Uberlândia.  A proposta foi apresentada ontem em audiência pública no auditório do Centro Administrativo.

O projeto detalha investimentos em 12 áreas consideradas estratégicas. Segundo a proposta, Administração, Saúde e Educação terão os maiores orçamentos, com R$ 811,8 milhões, R$ 609,8 milhões e R$ 591,9 milhões, respectivamente. Ainda conforme a Prefeitura, apenas para a saúde, o acréscimo foi de aproximadamente 15% se comparado ao que foi efetivamente realizado no último ano.

“A LDO é o instrumento que irá descrever as diretrizes e metas a serem observadas na elaboração da Lei Orçamentária Anual [LOA]. É algo que surgiu com a Lei de Responsabilidade Fiscal, complementar à Constituição Federal de 2000, e dá toda transparência de maneira clara e objetiva não apenas aos órgãos fiscalizadores, como o Tribunal de Contas e a Câmara Municipal, mas ao cidadão”, disse o assessor municipal de Finanças, Lindolfo Vilela.

A LDO promove o elo entre o Plano Plurianual (PPA) e a LOA. Assim, o documento estima tudo aquilo que deve constar no orçamento do Município do ano seguinte. O projeto será enviado na terça-feira (15) para a Câmara de Vereadores de Uberlândia, onde passará por apreciação e votação.
 
Valores previstos para os eixos estratégicos

Saúde - R$ 609,8 milhões
Educação - R$ 591,9 milhões
Administração - R$ 811,8 milhões
Desenvolvimento Social - R$ 63,7 milhões
Saneamento - R$ 224,6 milhões
Trânsito e Transporte - R$ 263,2 milhões
Habitação - R$ 11,2 milhões
Cidade Tecnológica e Sustentável - R$ 175,4 milhões
Cultura - R$ 4,4 milhões
Esporte e Lazer - R$ 25,8 milhões
Transparência e Comunicação - R$ 14,3 milhões
Desenvolvimento Econômico - R$ 588 mil
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »