27/04/2018 às 16h17min - Atualizada em 27/04/2018 às 16h17min

Mãe pare em ambulância depois de dispensa da UAI

Criança nasceu no veículo durante trajeto até o Hospital Municipal

NÚBIA MOTA E VINICIUS LEMOS | REPÓRTERES
Gestante foi atendida na UAI do bairro Martins e mandada para a casa em seguida | Foto: Reprodução/Google
 
Uma gestante deu à luz dentro da ambulância, a caminho do Hospital e Maternidade Doutor Odelmo Leão Carneiro, na madrugada de hoje. Segundo Carlos Silva, avô paterno da criança, a nora passou mal na noite de quinta-feira (26), e, por volta das 22h, procurou pela Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro Martins, na região central, mas foi mandada de volta para casa. Ela só foi encaminhada para a maternidade por volta das 4h de sexta-feira, quando retornou para a unidade de saúde, mas não a tempo de chegar ao destino.

O bebê, do sexo masculino, de 2,8 kg, nasceu dentro da ambulância, próximo ao viaduto José Rezende Ribeiro, na avenida Rondon Pacheco, e o pai do menino usou a blusa de frio para embrulha-lo. Esta foi a segunda gestação da mãe, de 26 anos, que tem outro menino, de 4 anos, também nascido de parto normal.

“Ela já estava de atestado há 14 dias, porque a barriga estava muito baixa e estava perdendo líquido. Estava sentindo contração e só foi para a UAI porque as dores ficaram mais fortes, mas mandaram ela de volta para casa”, disse Carlos Silva.

A gestante voltou para casa por volta de 1h, depois de cerca de 3h dentro da UAI Martins, enquanto o pai da criança aguardava no carro, porque, segundo ele, que não quis se identificar, não tinha lugar para esperar a mulher ser atendida. Assim que chegou em casa, no bairro Morumbi, na zona leste da cidade, por volta de 1h30, ela voltou para a UAI, meia hora depois, já em trabalho de parto.

“Eu vejo problemas na saúde todos os dias, mas não adianta passar nada para os gestores, ninguém faz nada. Agora aconteceu comigo”, afirmou Carlos Silva, que é presidente do Conselho de Saúde do bairro Morumbi.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a gestante foi acolhida na UAI Martins e recebeu avaliação da ginecologista, mas como a paciente apresentou quadro estável de trabalho de parto, que poderia durar horas ou dias, foi orientada a voltar assim que sentisse mais contrações. “Ao retornar à unidade, a paciente foi atendida prontamente, sendo encaminhada ao Hospital e Maternidade Municipal. A mãe e o bebê receberam todos os cuidados necessários e em nenhum momento foi necessária internação em UTI. Ambos estão bem e acomodados em um quarto da maternidade”, ainda consta na nota.

Segundo a família, hoje à tarde, a obstetra que atendeu a gestante na UAI a visitou na maternidade.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »