13/03/2018 às 13h32min - Atualizada em 13/03/2018 às 13h32min

UFMG muda regras para inscrição de pessoas com deficiência em concurso

DA REDAÇÃO
 
A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) acatou recomendação do Ministério Público Federal (MPF) e retificou em edital regras que dificultavam inscrições de pessoas com deficiência em seu concurso para técnico-administrativo em educação.

O MPF havia recomendado que fossem aceitos laudos médicos atestando a espécie, o grau ou nível da deficiência emitidos no prazo de até 12 meses anteriores ao último dia das inscrições, que se encerrariam na segunda-feira (12). Antes da alteração, o edital exigia que o laudo fosse emitido em data superior à data de sua publicação.

Também era exigido o preenchimento de um formulário, por um médico especialista na área da deficiência, mesmo que o candidato já possuísse um laudo recente que atestasse sua condição.

Outra exigência que foi alterada dizia respeito a exigência de exames clínicos de audiometria e campo visual. Agora, as condições especiais para a realização de provas devem ser indicadas pelo candidato, sem necessidade de apresentação de nenhum exame.

Para o procurador Helder Magno da Silva, responsável pela recomendação, é inaceitável que os candidatos com deficiência tenham a sua inscrição dificultada por questões burocráticas.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »