23/02/2018 às 17h50min - Atualizada em 23/02/2018 às 18h50min

TRE divulga alerta sobre falsos agentes

DA REDAÇÃO

A Justiça Eleitoral divulgou ao público um alerta contra abordagens que vêm sendo feitas por pessoas que se passam por representantes do órgão. Segundo o texto, os alvos são principalmente idosos, que são coagidos a informar dados pessoais sob diversos pretextos, como o de evitar o cancelamento do título de eleitor.

O Tribunal informou que o contato tem sido feito por meio presencial, através de visitas às casas dos eleitores, mas também alerta para e-mails maliciosos enviados neste período pré-eleitoral.

Além do pretexto de evitar o cancelamento do título, os falsos representantes têm abordado eleitores sob a alegação de recadastramento biométrico – já encerrado em Uberlândia -, coleta de dados para um suposto censo e até mesmo atualização cadastral.

O Tribunal Eleitoral ressaltou que é o próprio eleitor quem deve atualizar seus dados cadastrais ou regularizar sua situação eleitoral dirigindo-se a um cartório eleitoral.

No caso de dúvida, o eleitor deve ligar para o seu cartório eleitoral e verificar se está sendo feita alguma diligência ou não por parte da Justiça Eleitoral. Para saber o telefone dos cartórios, o eleitor pode consultar o Disque-eleitor, telefone 148, ou o site do TRE (www.tre-mg.jus.br).

E-MAILS

A Justiça Eleitoral também alertou sobre o envio de e-mails falsos em seu nome. Com assuntos diversos, como cancelamento de título de eleitor, convocação de mesários e regularização de cadastro, entre outros, as mensagens possuem links que, ao serem acessados, podem conter vírus de computador ou qualquer outro software malicioso.

A Justiça Eleitoral informou que não envia e-mails a eleitores. O órgão recomenda que mensagens dessa natureza, geralmente em nome do TSE, sejam apagadas.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »