09/02/2018 às 11h34min - Atualizada em 09/02/2018 às 11h34min

Adolescente é apreendido suspeito de estuprar mulher em Uberlândia

ISABEL GONÇALVES | REPÓRTER
Segundo a delegada Ana Bernardes, denúncia anônima ajudou na localização do suspeito / Foto: Isabel Gonçalves

Um adolescente, que não teve a identidade informada, foi apreendido suspeito de estuprar uma mulher de 42, no dia 1° de fevereiro, na avenida Rondon Pacheco, altura do bairro Aparecida, na região central de Uberlândia. Durante uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (9),  a delegada Ana Cristina Marques Bernardes, da Delegacia de Mulheres, informou que ele foi localizado após um denúncia anônima realizada pelo Disque Denúncia (181). Ele será indiciado por atos infracionais análogos aos crimes de estupro e roubo.

Ainda conforme a delegada, ele foi encaminhado para o Centro Socioeducativo de Uberlândia (Ceseu) na última quinta-feira (8). O adolescente tem passagens pelo sistema policial por tráfico de drogas e furto na cidade Bocaiuva (MG), além de uma ocorrência por roubo em Uberlândia.

Em depoimento, o suspeito alegou que havia consumido bebidas alcoólicas - incluindo cerveja, vodka e whisky-, e não se lembrava de ter cometido a violência sexual contra a vítima. “Ele alegou que saiu do trabalho e foi para alguns bares, ficou embriagado e se deparou com a vítima na avenida quando voltava para casa. Segundo as alegações dele, o interesse inicial era apenas subtração de quantia em dinheiro e do celular da vítima. Ele descreveu todas as condutas, mas alegou que não se recordava da violência sexual”, disse a delegada.

Ainda conforme a delegada Ana Cristina Bernardes, foi decretada a internação provisória dele por 45 dias. “Durante esse período o procedimento vai se desenrolar e, ao final, pode ser que o juiz aplique uma medida socioeducativa de internação pra ele. A medida tem o prazo máximo de 3 anos e pode ser revista a cada seis meses”, explicou.

Ainda durante a coletiva de imprensa, a delegada afirmou que não repassaria dados sobre o suspeito ou o local onde ele foi localizado por se tratar de um adolescente e a mãe dele temer retaliações. 

CRIME

O crime ocorreu na noite da última quinta-feira (1), por volta das 21h, no interior do carro da vítima. Ela informou à Polícia Militar (PM) que foi abordada quando guardava no porta-malas as compras feitas em um supermercado próximo. O homem desceu de uma bicicleta, se aproximou e, na posse de uma faca, rendeu a mulher com um mata-leão. A vítima foi levada para o interior do carro, onde foi obrigada a tirar a roupa. Após o estupro, o criminoso roubou o celular da vítima e fugiu a pé sentido bairro Tibery, na zona leste.

Segundo informações da PM, o carro da vítima possui insulfilme escuro, o que pode ter dificultado a visualização do crime e um possível socorro à vítima por transeuntes. Durante o crime, ele trajava bermuda cinza com estampas verdes, camisa polo laranja ou salmão, boné preto e chinelo branco. A abordagem da vítima foi registrada por uma câmera de segurança e compartilhada em redes sociais.

A mulher foi levada ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), onde recebeu atendimento médico.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »