22/01/2018 às 18h14min - Atualizada em 22/01/2018 às 18h14min

80% dos comércios esperam por melhoria no semestre

Levantamento destaca que setor aposta em promoções para atrair clientes

DA REDAÇÃO
Pesquisa aponta que cartão de crédito deve sobressair como forma de pagamento no semestre / Foto: Agência Brasil/Arquivo

Os empresários do comércio mineiro estão confiantes em relação às vendas no primeiro semestre de 2018. Quase 80% deles acreditam em um desempenho melhor para o setor na comparação com a segunda metade de 2017. O resultado faz parte da pesquisa de Expectativa de Vendas, elaborada pela área de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio-MG).

O levantamento destaca ainda que as promoções e liquidações continuarão sendo a principal medida para atração dos clientes. O estudo mostra que 35,8% dos entrevistados utilizarão essa estratégia, seguida por ações de mídia e propaganda (17,7%), atendimento diferenciado (10%) e diversificação do mix (9%).

Os segmentos mais confiantes são móveis e eletrodomésticos (60,9%), tecidos, vestuário e calçados (59,1%), e equipamentos e materiais para escritório, informática e de comunicação (41,7%).

De acordo com a analista de pesquisa da Fecomércio-MG, Elisa Castro, o otimismo foi o motivo citado por mais da metade dos empresários mineiros (50,2%) para justificar as boas perspectivas. “Essa percepção também está amparada na melhoria dos indicadores econômicos ligados ao consumo em 2017, como a redução gradativa dos juros, a taxa de inflação abaixo da meta e a retomada do emprego”, ressalta.

O primeiro semestre conta com o Dia das Mães, segunda melhor data do ano para o comércio, e o Carnaval, que tem ganhado relevância, principalmente em Belo Horizonte. A forma de pagamento que deve sobressair é o cartão de crédito, modalidade apontada por 76% dos entrevistados. A principal escolha deverá ser pelo parcelamento (57,7%). 

ÚLTIMO ANO

O levantamento da Fecomércio-MG também apurou a avaliação acerca do segundo semestre de 2017. Para 52,5% das lojas, o desempenho das vendas foi melhor ou igual ao observado no mesmo período de 2016. Frente aos seis primeiros meses do ano, esse percentual sobe para 73,2%. Neste caso, houve incremento no faturamento para 47,3%.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »