14/12/2017 às 14h04min - Atualizada em 14/12/2017 às 14h04min

Governo lança lista com 12 mais procurados de MG

Programa 'Procura-se' visa localizar indivíduos foragidos da justiça

AGÊNCIA MINAS | BELO HORIZONTE

Doze alvos considerados prioritários para o sistema de Segurança Pública de Minas foram incluídos na nova lista do programa Procura-se, lançada ontem. O projeto busca localizar indivíduos foragidos da Justiça, com mandados de prisão em aberto, a partir da qualificação das ações das polícias e das inteligências por meio de denúncias ao 181.

Os alvos da segunda edição do Procura-se foram escolhidos levando-se em consideração a prática reiterada de crimes graves, como homicídio, roubo e tráfico de drogas. Parte dos indivíduos listados também possui relação com a prática de explosão de caixas eletrônicos no Estado, além de roubos a bancos.

A escolha dos 12 nomes foi realizada de forma conjunta pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Secretaria de Administração Prisional (Seap) e Corpo de Bombeiros Militar.

Na última edição do programa, que teve três diferentes listas e aconteceu entre os anos de 2011 e 2012, o resultado das ações foi expressivo: 23 dos 29 alvos foram presos com a ajuda da população via denúncias ao 181. Além da prisão, a divulgação dos 12 procurados também traz o benefício de inibir a circulação dos criminosos listados.

Ao ligar para o 181 Disque Denúncia para dar informações sobre um dos procurados, o cidadão tem seu sigilo e anonimato garantidos. Ele poderá fornecer detalhes sobre onde atuam, carro e ônibus que utilizam, quem são seus comparsas, quais são seus horários, onde foram vistos, ou qualquer outro detalhe que possa contribuir com o trabalho das forças de segurança.

Vale ressaltar que em dez anos de atuação, comemorados no último mês, o Disque Denúncia, com a ajuda da população, já contribuiu com a prisão de mais de 167 mil pessoas, apreensão de 33 toneladas de drogas e com a retirada de circulação de mais de 18 mil armas de fogo.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »