30/08/2017 às 17h19min - Atualizada em 30/08/2017 às 17h19min

PC prende suspeitos e recupera bebida roubada

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Caixas estão avaliadas em R$ 10 mil e são parte de carregamento / Foto: Polícia Civil/Divulgação

Dois homens foram presos por receptação e parte de uma carga de bebidas roubada no interior de Goiás foi apreendida, ontem, pela Polícia Civil (PC) em Uberlândia. Foram recuperadas 142 caixas de bebidas, que custam cerca de R$ 10 mil e que são parte de uma carga avaliada em R$ 300 mil roubada no dia 18 de julho em uma rodovia nas proximidades de Aparecida de Goiânia, a cerca de 330 km de Uberlândia.

Segundo o delegado Fábio Ruz, as investigações tiveram início após a PC receber informações de que bebidas estavam sendo vendidas abaixo do preço de mercado na cidade. “Alinhado a isso sabíamos que havia acontecido o roubo dessa carga em Goiás e aprofundamos as investigações”, disse Ruz.

Com esses fatos, os investigadores chegaram até ao primeiro suspeito, de 31 anos. Na casa dele, no bairro Custódio Pereira, zona leste da cidade, foram encontradas duas caixas da carga roubada. Aos policiais, o suspeito afirmou que havia comprado oito caixas do produto de um distribuidor de bebidas no bairro Tibery, também zona leste, mas já havia revendido seis caixas.

A Polícia Civil foi até a distribuidora, onde encontrou mais 140 caixas de bebidas roubadas. O suspeito, de 35 anos, disse em depoimento que um senhor em uma caminhonete teria ido até a distribuidora e oferecido a bebida a preço abaixo do mercado. O suspeito afirmou ainda ter pagado R$ 2,3 mil nas caixas.

“Ele não soube passar mais características de quem ofereceu o produto inicialmente. Iremos trabalhar agora para descobrir onde se encontra o restante da carga e chegar até aos responsáveis pelo roubo”, afirmou Ruz.

Os dois homens foram presos por receptação qualificada, pois revenderam parte da carga roubada e foram levados para o presídio Jacy de Assis. Se condenados, podem pegar de três a oito anos de prisão.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »