21/08/2017 às 18h10min - Atualizada em 21/08/2017 às 18h10min

Viaduto da Olegário Maciel tem tráfego liberado

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Viaduto irá facilitar trânsito para 57 mil veículos / Foto: PMU/Divulgação

 

O viaduto da rua Olegário Maciel sobre a avenida Rondon Pacheco, que liga os bairros Lídice e Saraiva, teve tráfego liberado na manhã do último domingo (20). Com 130 metros de extensão, 11 metros de largura e duas faixas, o viaduto visa facilitar o acesso entre a região central e a zona sul de Uberlândia.

A ordem de serviço para execução do viaduto foi assinada em março de 2016 e a previsão era que a obra fosse entregue ainda em novembro daquele ano. No entanto, o prazo não foi cumprido e houve prorrogação para março deste ano. Novamente, a obra não foi concluída. Mudanças nos projetos foram as principais causas desses atrasos. 

A obra foi orçada inicialmente em cerca de R$ 6,2 milhões, havendo acréscimo de mais R$ 880 mil, aproximadamente. O recurso para as obras foi viabilizado por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade Urbana, do Governo Federal, que custeou 95% do projeto.

De acordo com uma medição realizada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran), cerca de 57 mil veículos utilizam o trecho ao dia. Segundo o assessor municipal de Trânsito, Divonei Gonçalves, o trecho recebe por hora um fluxo superior a dois mil veículos. 

“A obra reduzirá consideravelmente o tempo de viagem, tanto dos motoristas quanto dos usuários do transporte coletivo, já que duas linhas operantes passam pelo local, que são a A117 e a B909”, explicou.

A economia na travessia do trecho estimada pela Settran será de seis minutos para veículos e de cinco minutos para os ônibus. Isso porque, anteriormente, ainda com semáforo no trecho, os veículos poderiam ter de esperar (sobretudo, nos horários de pico) até três ciclos do semáforo antes de conseguir atravessar a avenida Rondon Pacheco para acessar o bairro Saraiva.

Além do ganho na velocidade, segundo a análise da Settran, o viaduto trará mais segurança ao organizar o fluxo de veículos na localidade, melhorando a fluidez e diminuindo a probabilidade de acidentes. O equipamento viário também ajudará na economia de queima de combustível, o que, de forma geral, contribui para a redução de ruídos e da emissão de poluentes no ar.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »