16/08/2017 às 05h20min - Atualizada em 16/08/2017 às 05h20min

Fiéis celebram dia da padroeira

Data dedicada à Nossa Senhora da Abadia foi marcada por missas e manifestações de fé nas igrejas da cidade

ÉDER SOARES | REPÓRTER
Na igreja do bairro Custódio Pereira, cerca de 20 mil fiéis compareceram ontem / Foto: Éder Soares

 

A fé e a devoção de milhares de fieis à padroeira do Triângulo Mineiro levaram, ontem, aproximadamente 20 mil pessoas à Paróquia Nossa Senhora da Abadia, no bairro Custódio Pereira, zona leste de Uberlândia. A festa convidou os cristãos a pensarem sobre o tema “Maria, mãe da vida e do amor”. Além da paróquia do bairro Custódio, também teve programação na Igreja de Nossa Senhora da Abadia do bairro Patrimônio, na zona sul, e na Comunidade Nossa Senhora da Abadia, no bairro Morada Nova, na zona oeste. 

Em Uberlândia, o feriado começou com uma alvorada e fogos, que culminou com a primeira das 10 missas programadas, celebrada pelo padre José Anchieta de Araújo Guerra, às 6h, na Nossa Senhora Abadia do Custódio Pereira.

“O mês de agosto é marcado pela devoção forte, no Triângulo Mineiro, à Nossa Senhora da Abadia. E em todas as igrejas onde se venera a Nossa Senhora, podemos observar os fiéis em grande corrente, pois é a proteção feminina que todos nós precisamos”, disse Anchieta, que falou, em especial, sobre o feriado de Nossa Senhora da Abadia.

“Este dia significa para olharmos Nossa Senhora e percebermos que Deus fez maravilhas na vida daquela mulher, que disse para ele: ‘Eu sou serva. Deus, faça de mim segundo a sua palavra’. E olhando para este testemunho, nós também somos chamados para dizer: sim, nós somos servos apesar de nossas fragilidades”, afirmou.

 

FIÉIS

Desde o início da manhã e durante as dez celebrações do dia, a Igreja do bairro Custódio Pereira esteve cheia. Os amigos Reinaldo Rodrigues, de 38 anos, e Vanda Marçal, de 45, frequentam as missas em devoção à Nossa Senhora da Abadia desde crianças, quando ainda moravam em Carmo de Monte Carmelo.

“É a primeira vez que eu venho no dia de Nossa Senhora da Abadia aqui no Custódio Pereira. Todos os anos, vou à Romaria, mas neste ano resolvi fazer diferente. Faz parte da minha vida como cristão, nada de extraordinário que me traga, mas sim a minha fé”, disse Reinaldo.

Já Vanda é frequentadora assídua da Paróquia do bairro Custódio. “Nossa Senhora da Abadia é uma santa que derrama a sua fé em nossos corações. Não tenho palavras para descrever tantas obras feitas por ela em minha vida. Venho mesmo para agradecer” afirmou. 

O aposentado Valdir Gonzaga Ferreira, de 70 anos, não sabe dizer ao certo há quantos anos frequenta as missas e festividades religiosas no feriado de Nossa Senhora da Abadia, mas sabe mensurar o tamanho de sua fé. “Venho todos os anos, desde menino. É um dia sagrado não só para mim, mas para toda a minha família e muitos amigos. Creio muito em Nossa Senhora e em seu poder de interseção junto a Jesus Cristo”, disse.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »