24/07/2017 às 15h41min - Atualizada em 24/07/2017 às 15h41min

Especialistas indicam tratamentos para coluna

As dores são comuns em grande parte da população, aponta a OMS

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
O ortopedista Leandro Gomide diz que queixa é comum no consultório / Foto: Vinícius Romario

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 80% da população mundial sofrerá, pelo menos uma vez na vida, com dores nas costas. Além disso, segundo o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, 27 milhões de brasileiros apresentam dores na coluna. As causas são diversas e as mais comuns são o sedentarismo, as posturas corporais inadequadas adotadas no trabalho, em frente ao computador, na hora de dormir e em atividades físicas mal orientadas.

O ortopedista Leandro Gomide também confirma que a maioria dos pacientes que procuram o consultório médico alega dores nas costas. Porém, ele ressalta que, além do acompanhamento médico, existem boas técnicas para melhorar a situação de quem sofre com esses problemas. A melhor, segundo Gomide, é a Reeducação Postural Global, conhecida pela sigla RPG.

A técnica de fisioterapia cujo objetivo é promover o equilíbrio dos músculos responsáveis pela posturaconsiste em alongar cadeias musculares inteiras e reorganizam os segmentos do corpo. O método é indicado principalmente para o tratamento dacifose, quando a coluna forma um ângulo para fora, da escoliose, quando coluna forma um ‘S’, e para a lordose, quando a coluna forma na parte inferior um ângulo para fora.

Fisioterapeuta há dez anos, Doglas Cruz da Silveira se especializou em RPG há oito anos e, segundo ele, a técnica é muito importante para os dias atuais. “Nós trabalhamos o reequilíbrio do corpo e muscular.Com esse reequilíbrio, consequentemente, todo o sistema funcionará melhor, como o circulatório e digestivo, por exemplo”, disse Silveira.

Ainda de acordo com ele, atualmente o RPG tem sido buscado principalmente por pessoas entre 25 e 40 anos. Sobre os resultados, o fisioterapeuta afirma que começam a aparecer a partir da terceira ou quarta seção, feita uma vez por semana.

O estudante Vitor Maldonado Rocha tem lordose e sofria com muitas dores na coluna. Para melhorar o caso, ele procurou o RPG e, segundo ele, o resultado é sentido na hora e as dores quase não existem mais. “Além da lordose, o problema se intensificava com a minha postura. Depois do tratamento me sinto bem melhor, além da minha postura que é outra e muito mais correta” afirmou Rocha.

Além do RPG, o ortopedista Leandro Gomide diz que a fisioterapia e uma atividade física, como natação, tênis ou musculação também irão ajudar muito. “É preciso que a pessoa faça uma atividade que utilize todo o corpo, principalmente os braços e as pernas. O fortalecimento muscular é parte fundamental na melhoria dos resultados para que a pessoa recupere a postura”, afirmou Gomide.

 

POSTURA

Médico indica melhores posições

Dormir de bruços, sentar em cadeiras com o encosto reto ou muito deitado, andar de salto alto estão entre os costumes do dia-a-dia que podem causar problemas na coluna. O ortopedista Leandro Gomide dá algumas dicas para que essas maneiras sejam corrigidas. Segundo ele, para sentar de forma correta, principalmente durante o trabalho, é uma delas. O ideal é que as pernas fiquem dobradas em um ângulo de 90º. As cadeiras também devem ter apoio, para que os braços tenham descanso. A inclinação da cadeira deve estar em um ângulo de 20º. Para quem trabalha em frente ao computador, o ideal é que a tela fique entre 70 cm e 90 cm de distância dos olhos.

Na forma de andar, Gomide afirma que as mulheres devem tomar cuidado em relação ao salto alto. “O salto levanta o calcanhar, por consequência o bumbum tende a inclinar. Com isso, para ela não cair para frente e para equilibrar o centro de gravidade, a barriga vai para frente e o dorso para trás. Dessa forma, a pessoa fica predisposta a problemas na coluna. É preciso saber dosar”, afirmou Gomide.

O ortopedista fala também sobre as maneiras corretas de dormir. Segundo ele, a forma ideal é deitar de lado, com um travesseiro um pouco mais alto para preencher o espaço entre a cama e a cabeça, e, de preferência, com outro travesseiro entre as pernas para equilibrar o eixo da coluna. Outra forma, para quem gosta de dormir de barriga para cima, é usar um travesseiro mais baixo, para que a cabeça não incline para frente. “A gente orienta para que nunca se deite de bruços, pois forçará demais a coluna”, disse Gomide.

 

TRATAMENTO

Quiropraxia ajuda nos sintomas

Para quem sofre com dores, o ortopedista Leandro Gomide afirma que a acupuntura e a quiropraxia podem ser boas técnicas para aliviá-las. A quiropraxiatrata, basicamente, de problemas na articulação, seja de tendões, músculos, ligamentos, entre outros. Identificado algum desequilíbrio, o quiropraxista realiza uma ação manual terapêutica na região, visando o alívio e, consequentemente, a melhora da lesão.

Já a acupuntura trata-se de um ramo da medicina chinesa que consiste em introduzir agulhas metálicas em pontos precisos do corpo para tratar de diferentes doenças ou provocar efeito anestésico.

Emily Lima Bastos é acupunturista há 12 anos e quiroprata há seis anos. De acordo ela, os benefícios das técnicas auxiliam em diversas partes do corpo e também servem para encontrar um equilíbrio corporal. “Principalmente a quiropraxia para tratar problemas como lordose, escoliose ou cifose. Por meio da técnica, o paciente recupera a postura e trata, ao longo das sessões, o que estiver desregulado”, afirmou Emily Bastos.

A professora Taine Moraes de Macedo já sofria com escoliose e lordose, mas há dois meses quebrou duas costelas em um acidente. Segundo o médico, o repouso seria o suficiente, mas as dores não passaram e ela recorreu à quiropraxia. “Foi surpreendente, em duas sessões o resultado foi melhor do que o esperado”, afirmou Taine de Macedo.

 

DICAS

Repousar – deitar no chão ou em um colchão mais duro por meia hora;

Dormir de lado – com um travesseiro que apoie o pescoço e outro entre as pernas;

Compressas mornas – colocar bolsa de água quente no lugar da dor para relaxar o músculo;

Tomar banho quente – aproveitar a pressão da água sobre o lugar doído;

Sentar de maneira correta – não cruzar as pernas ao sentar;

Não ficar muito tempo na mesma posição – levantar de hora em hora, no mínimo;

Massagem – feita por um especialista, para o relaxamento dos músculos;

Alongamentos – deitar em uma bola de pilates e soltar cabeça e braços para trás, possibilitando que a coluna seja esticada.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »