27/06/2017 às 05h47min - Atualizada em 27/06/2017 às 05h47min

Cadastro escolar tem 162 mil inscritos

Em Uberlândia foram feitos 7.170 cadastros de alunos interessadas em ingressar no fundamental da rede pública

AGÊNCIA MINAS | BELO HORIZONTE
Maior parte dos alunos cadastrados é formada por crianças que vão completar 6 anos / Foto: Carlos Alberto/Imprensa MG

 

O Cadastramento Escolar 2018 que, pela primeira vez, foi feito totalmente pela internet, foi encerrado na última sexta-feira com 162.097 inscrições de pessoas interessadas em ingressar no fundamental da rede pública de ensino em Minas Gerais no ano que vem. Em Uberlândia foram registrados 7.170 cadastros.

É por meio do cadastramento que o Governo do Estado e as prefeituras podem dimensionar a demanda escolar para o próximo ano e, dessa forma, encaminhar as crianças que vão iniciar os estudos, os alunos que desejam a transferência para a rede pública e os estudantes que queiram retornar à escola, seja qual for o ano do ensino fundamental, em uma unidade próxima de sua residência.

Para a superintendente de Organização e Atendimento Educacional da Secretaria de Estado de Educação (SEE), Vera Vidigal, o cadastramento, feito pela primeira vez a partir de formulário eletrônico disponibilizado na internet, foi bem aceito pela população. “O formulário, de simples usabilidade, não apresentou problemas e, caso os pais e/ou responsáveis tenham notado algum problema nos dados do aluno cadastrado, eles podem buscar as comissões regionais de ensino, ou corrigir os dados, se for o caso, no ato da matrícula”, afirma.

A maior parte dos estudantes cadastrados é formada por crianças que vão completar 6 anos até o dia 30 de junho de 2018 e iniciarão os estudos no próximo ano. O encaminhamento para matrícula obedecerá, prioritariamente, ao zoneamento escolar. Esgotadas as vagas das escolas de cada zoneamento, o candidato será encaminhado para a escola pública de acesso mais fácil.

A matrícula será unificada nas redes públicas – estadual e municipal – e ocorrerá entre 11 e 15 de dezembro de 2017.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »