12/05/2022 às 08h00min - Atualizada em 12/05/2022 às 08h00min

Autora Silvia Sant’Ana lança novo livro na sexta-feira (13) em Uberlândia

“Ciclo – Uma Poética dos Sentidos e da Percepção” é um convite à boa prosa e filosofia

REDAÇÃO | DIÁRIO DE UBERLÂNDIA
Silvia Sant’Ana iniciou obra após momentos de reflexão, ocasionados pela pandemia | Foto: Divulgação
Na próxima sexta-feira (13), a escritora Silvia Sant’Ana lança seu mais novo projeto em um evento aberto ao público de Uberlândia, na Casa da Cultura, às 18h30. Mais do que um livro de fotografias, o “Ciclo – Uma Poética dos Sentidos e da Percepção” é um convite à uma boa prosa, segundo a própria autora.

“O ato de conversar é o que nos torna humanos. Quando a conversa é doce e, ao mesmo tempo, profunda, ainda que reflexiva, ainda que expondo verdades substanciais, ainda que contrariando nossos pontos de vista, gostamos disso, porque essa provocação saudável é o que eleva a nossa consciência”, afirmou Silvia.

O início das ações e motivações da autora começou com a intenção de querer simplesmente reunir pessoas, por meio de uma vontade de conversar sobre temas existenciais, políticos e filosóficos, um impulso imperativo de quem almeja difundir a filosofia através do compartilhamento de ideias.

“Em nossa cultura a divulgação e o próprio ato de filosofar não é nada cultivado pela maioria da população. Então, para nós, o acontecimento mais importante nesses encontros era poder nos alegrar com o número de participantes, além da conversa calorosa, animada e potente que sempre acontecia. Os finais dos encontros eram marcados por aquela sensação de ‘quero mais’, ‘precisamos fazer mais isso’, ‘como é bom conversar’”, recordou Silvia.

Para além desses encontros, alguns anos depois, a autora mergulhou num processo profundo de autodescoberta, realizando estudos sobre yoga, filosofia oriental, meditação, práticas contemplativas, pequenos retiros, experiências com fotografia, viagens e muitas leituras. Um encontro consigo mesma que teve seu ápice no isolamento da pandemia da covid-19.

A experiência de isolamento provocada pela pandemia fez com que Silvia desengavetasse um antigo sonho. Num quintal pequeno, em meio às plantas, terra, ar, sol, uma árvore frutífera e nada mais além do seu próprio corpo, a nossa “filósofa de jardim”, que assim passou a se reconhecer e designar, entendeu que o sagrado está dentro de nós.

“Nossa casa, nosso corpo, coração e um punhado de terra fértil são suficientes para se constituir num espaço sagrado. Não sendo preciso ir longe, podemos reconhecer em nosso foro íntimo o mistério que habita todos os cantos desse multiverso. Um pequeno jardim pode ser um espaço primoroso para se pensar, filosofar e refletir a partir do contato com o mundo natural, assim como faziam os primeiros filósofos”, disse Silvia.

E assim, nasceu a obra “Ciclo - Uma Poética dos Sentidos e da Percepção” que traz fotografias de um ciclo de uma jabuticabeira (do quintal de Silvia) que lhe serviu de inspiração para pensar, metaforicamente, a vida humana em todas as suas estações.
Ela explica que o livro é um convite para que o leitor possa se inspirar e fazer um retorno ao que realmente importa: encontrar-se consigo mesmo em momentos de pausa, contemplação, repouso do corpo e da alma.

“Exatamente a experiência que vivenciei sem ter tido um ‘ano sabático’ ou peregrinado pelo caminho de Santiago de Compostela. Desejo que ele possa inspirar também a jornada de autodescoberta de outras pessoas, e aproveito para convidar quem se interessar para o evento de lançamento do livro, onde com certeza teremos ótimas conversas”, convidou Silvia.


• Compartilhe esta notícia no WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no Telegram

SERVIÇO
O QUE: Lançamento do livro “Ciclo – Uma Poética dos Sentidos e da Percepção”
QUEM: Silvia Sant’Ana
QUANDO: sexta-feira (13), às 18h30
ONDE: Casa da Cultura (Praça Cel. Carneiro, nº 89, Fundinho)
ENTRADA FRANCA


VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »