07/05/2022 às 12h53min - Atualizada em 07/05/2022 às 12h53min

Redes de supermercados devem investir mais de R$ 200 milhões em Uberlândia

Expectativa é que sejam abertas mais de 20 lojas, gerando aproximadamente 2,5 mil vagas de emprego

SÍLVIO AZEVEDO | DIÁRIO DE UBERLÂNDIA
Rede Leal pretende abrir mais quatro unidades na cidade até o fim de 2023 | Foto: Divulgação
Nos próximos anos, redes de supermercados devem investir cerca de R$ 262,7 milhões em Uberlândia. A expectativa é que sejam abertas mais de 20 lojas e um posto de combustíveis na cidade, gerando aproximadamente 2,5 mil vagas de emprego. 

Uma das redes que pretende investir no município é a Leal Supermercados, que atualmente possui cinco lojas em Uberlândia, nos bairros Roosevelt, Tibery, Mansour, Santa Mônica e Alvorada. A empresa deverá inaugurar a sexta unidade no mês de junho, no bairro Gravatás, gerando 100 empregos diretos e 300 indiretos.

“O nicho está cada vez mais competitivo. Acreditamos que isso faz parte do movimento do comércio, onde essa disputa se torna mais acirrada, e exige um perfil onde você vai buscar o melhor trabalho pensando no cliente”, disse o diretor administrativo da Rede Leal de Supermercados, Silvio Cardoso. 

A projeção da empresa é, até o fim de 2023, inaugurar mais quatro unidades nos bairros Jardim Holanda, Shopping Park, Novo Mundo e Jardim Célia. Serão cerca de R$ 65 milhões em investimentos, incluindo a construção de um centro de distribuição, no Distrito Industrial.

Segundo o diretor, a rede uberlandense já tem uma clientela formada e a expansão é uma estratégia para ganhar escala e, com isso, melhorar o serviço prestado e o valor final de venda dos produtos.

Silvio ainda falou que a empresa procura por regiões da cidade com consumidores que tenham o perfil do público-alvo que a rede Leal está acostumada a atender. “A gente busca essas áreas para levar nossa marca, nosso serviço, produto e política de preço, que é bem aceita na cidade. Então a gente busca expandir em áreas que têm menor concorrência e um público que a gente entende que será prestado um bom serviço”.

ABC 
A rede de supermercados ABC anunciou investimentos de R$ 117,7 milhões em Uberlândia.  A rede de Divinópolis pretende construir, além das três unidades já em operação, mais cinco lojas locais com entrega até o início de 2023. As unidades serão construídas nos bairros Osvaldo Resende, Tibery, Gávea, Patrimônio e Custódio Pereira.

Assim que o plano de expansão for concluído, o Grupo ABC vai contar com 61 lojas de atacado e varejo em cidades do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba, Centro-Oeste e Sul de Minas Gerais. 

REDE LUCAS
A Rede Lucas, grupo supermercadista, visa implantar oito lojas e um posto de combustível em Uberlândia, totalizando um investimento de R$ 80 milhões e a geração de cerca de mil empregos diretos e indiretos. 

Com sede em Tupaciguara, a Rede Lucas possui 15 lojas em sete cidades entre Minas Gerais e Goiás. Uberlândia será o oitavo município a receber unidades da Rede Lucas. O investimento será distribuído em lojas de conveniência, supermercados, lojas com formato gourmet e um posto de combustível, distribuídas nos bairros Brasil, Jardim Califórnia, Pequis, Shopping Park, Planalto, Jaraguá, Jardim Holanda e Cidade Jardim.

COMPORTAMENTO
Segundo o vice-presidente regional da Associação Mineira de Supermercados (AMIS), Milson Borges dos Santos, a pandemia da covid-19 possibilitou que as empresas enxergassem novas oportunidades para expansão, especialmente pela mudança de comportamento dos consumidores. 

Conforme dito por Milton, os consumidores mudaram a rotina, preferindo comprar em estabelecimentos mais próximos da região onde moram. “O mercado é muito competitivo e o consumidor está cada vez mais exigente com o serviço, preço,  atendimento e, principalmente, proximidade. Acabou aquele negócio de o consumidor sair da sua região para fazer compras. O alto custo de deslocamento fez com que o ele fique mais próximo da sua região”.

Milson também é proprietário da Rede SuperMaxi, que possui 28 lojas na região, sendo 21 em Uberlândia. A empresa inaugurou uma unidade no Centro na última semana e planeja entregar mais duas neste ano, nos bairros Jardim Botânico e Santa Mônica, além de outras duas em 2023, no Tocantins e Marta Helena. 

Atualmente a rede mantém cerca de 1,8 mil empregos diretos e, após as inaugurações, mais 400 vagas serão geradas.

E a expectativa do setor, segundo Milson, é de crescimento em 2022 e uma estabilização após as eleições presidenciais de outubro. “Há uma perspectiva de crescimento em função da melhoria dos números da pandemia e do empresariado ter um pouco mais de confiança na cidade para expansão. Ainda há a expectativa com as eleições. Com isso, a partir do final do ano, o mercado começa a estabilizar”.


• Compartilhe esta notícia no WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no Telegram
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »