19/01/2022 às 12h16min - Atualizada em 19/01/2022 às 12h16min

Crianças de 5 a 11 anos com comorbidades recebem as primeiras doses contra a covid em Uberlândia

Expectativa é que mil sejam imunizadas até o fim desta quarta (19); 26 mil já estão cadastradas no Portal da Prefeitura

GABRIELE LEÃO
Cauê, de 10 anos, foi um dos primeiros a receberem a primeira dose do imunizante I Foto: GABRIELE LEÃO
Uberlândia iniciou nesta quarta (19) a vacinação do público infantil dentro da faixa de 5 a 11 anos contra a covid-19. A expectativa, de acordo com o Município, é que mil crianças sejam imunizadas com a primeira dose até o fim do dia. A cidade tem, até o momento, 3.470 doses pediátricas da Pfizer, sendo que uma nova remessa com outras 3.340 vacinas deve ser recebida ainda nesta quinta (20). A vacinação deste público está ocorrendo em 16 salas de imunização. Segundo a Prefeitura, 26 mil crianças já estão cadastradas no Portal da Prefeitura para receber a primeira dose.
 
A professora da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Vanessa Fayad, levou o filho Cauê Fayad, de 10 anos, para garantir a imunização. O garoto, que sofre de cardiopatia congênita, passou os últimos dois anos recluso em casa para se resguardar do vírus. “Desde o início da pandemia, seguimos com rigidez os protocolos de biossegurança e vivemos com o receio da doença, por causa das condições do meu filho. Só encontramos pessoas em ambientes abertos e as aulas passaram a ser 100% online”, contou.
 
Agora, vacinado, Cauê pode voltar com mais segurança para a rotina. “Esse momento foi muito aguardado e nós acreditamos fielmente na ciência e em todas as recomendações com base cientifica. A vacina é segura e permite que as crianças voltem à rotina normal”, completou a professora.
 
A dona de casa Marilaine Faria, que é mãe da Mariana Faria, de 11 anos, também está em ritmo de celebração, pois a filha caçula recebeu nessa quarta a primeira dose da vacina contra covid-19. A filha, que sofre de bronquite, também teve outras complicações durante a pandemia. O isolamento social ajudou no desenvolvimento de um quadro de depressão e ansiedade. Hoje a garota luta para voltar à rotina com ajuda de medicamentos.
 
“Foi um momento muito difícil, pois no início da pandemia, com todas aquelas incertezas, tivemos que nos isolar do mundo, e isso mexeu na rotina dela. Sem aulas, recreação ou contato com outras crianças, ela começou um quadro de ansiedade e depressão que precisa ser tratado com remédios até hoje. Agora com a primeira dose, a expectativa é que ela consiga voltar para a escola e a vida normal”, comentou a dona de casa.
 
Mariana aproveitou para dar um recado importante para as crianças e mostrou que o tema da vacinação é algo a ser discutido com consciência e responsabilidade.

 
“Sei que não vai me impedir de pegar o vírus, mas o risco de ter complicações diminui muito e, se todos vacinarem, podemos voltar para a vida normal”, destacou a menina de apenas 11 anos.
 


ESQUEMA VACINAL
A coordenadora do Programa de Imunização em Uberlândia, Cláubia Oliveira, informou que neste primeiro momento a expectativa é imunizar crianças com comorbidades a partir de 11 anos. O Município tem uma estimativa para vacinar ao todo 56 mil crianças, dessas, apenas 22,4% fizeram o cadastramento.
 
“Já temos vacina suficiente para começar a imunização das crianças, e ainda nesta quarta-feira (19) devemos vacinar cerca de mil. Por isso reforçamos que os pais façam o cadastramento das crianças, principalmente porque em breve teremos o retorno das aulas e isso além de deixar as crianças imunizadas e seguras, evita outras formas de variante do vírus”, destacou.
 
Para fazer o cadastramento será obrigatória a indicação dos pais ou outro responsável pela criança, uma vez que o convocado só será vacinado mediante a presença de um dos responsáveis registrados no ato do cadastro.
 
O atestado de comorbidade, que não precisará ser anexado mais no sistema de cadastro, dever ser apresentado no dia e no local em que a criança foi convocada para se vacinar. Durante o cadastro, será necessário escolher qual é a unidade de preferência para receber a convocação de vacinação.
 
Confira os locais de imunização:
 
- UBS Roosevelt
Endereço: Rua Doutor Leopoldo de Castro. 465 - Presidente Roosevelt
 
- UAI Luizote
Endereço: Rua Matheus Vaz, 465 – Luizote de Freitas
 
- UAI Planalto
Endereço: Rua da Doméstica, 253 – Planalto
 
- UAI Tibery
Endereço: Avenida Benjamim Magalhães, 1115 – Tibery
 
- UAI Martins
Endereço: Avenida. Belo Horizonte, 1084 - Osvaldo Resende
 
- UBS Brasil
Endereço: Rua dos Pereiras 316 - Brasil
 
- UBS Custódio Pereira
Endereço: Rua Tito Teixeira, 1236 – Custódio Pereira
 
- UBS Dona Zulmira
Endereço: Rua Mica, 223 - Dona Zulmira
 
- UBS Guarani
Endereço: Rua da Polca, 601- Guarani
 
 - UBS Nossa Senhora das Graças
Endereço: Avenida Siqueira Campos 101, esquina com rua Acre - Nossa Senhora das Graças
 
 - UBS Patrimônio
Endereço: Rua Prof. Chafi Ayub Jacob, 60 - Morada da Colina
 
- UBS Santa Rosa
Endereço: Rua: Santa Catarina, 2825 - Santa Rosa
 
- UBSF Pequis
Endereço: Avenida Wilson Rodrigues da Silva, 720 - Bairro Residencial Pequis
 
- UBSF Gravatas
Endereço: Rua Angra dos Reis, 435 – Gravatás
 
- UBSF São Gabriel
Endereço: Rua Serra do Cachimbo, 830 – São Jorge
 
- UBSF Dom Almir
Endereço: Rua Cirineu Costa de Azevedo, 100 - Residencial Integração
 
IMUNIZAÇÃO NO BRASIL
Para 2022, o Governo Federal assinou um contrato para aquisição de mais de 100 milhões de doses da Pfizer. O esquema vacinal para crianças terá o intervalo de oito semanas. O imunizante tem dosagem e composição diferentes da que é utilizada na dose para os maiores de 12 anos. A vacina para crianças será aplicada em duas doses de 0,2 ml, equivalente a 10 microgramas.

 
VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »