09/10/2021 às 13h00min - Atualizada em 09/10/2021 às 13h00min

Empresários de Uberlândia apostam em contratações temporárias para vendas do fim de ano

Projeção para geração de vagas no mercado varejista para o Natal é a melhor em oito anos

LORENA BARBOSA
Em 2020, loja de calçados precisou desligar onze dos vinte funcionários, mas espera restabelecer o quadro de colaboradores | Foto: Arquivo Pessoal

A proximidade com as datas festivas de fim ano deve reaquecer o mercado e gerar novas oportunidades de emprego. Segundo uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a contratação de trabalhadores temporários no mercado varejista para o Natal deve ser a melhor em oito anos no Brasil. A expectativa é que pelo menos 94 mil vagas sejam abertas. Em Uberlândia, o cenário também é animador. Somente no Sistema Nacional de Empregos (SINE), estão disponíveis 300 oportunidades neste fim de ano.

 

Em busca de atender a alta demanda que começa já com o Dia das Crianças, no próximo dia 12, e deve continuar com as promoções da Black Friday e o Natal, empresários se preparam realizando contratações. 

 

Em Uberlândia, a empresária Tathiane Lelis Coelho, que é dona de duas lojas de calçados e acessórios em dois shoppings da cidade, disse que deve voltar a contratar. Em 2020, ela precisou desligar onze dos vinte funcionários da loja. Um ano depois, a empreendedora espera que as vendas superem o ano de 2019 e que a equipe volte a contar com mais colaboradores.

 

“Sete pessoas serão contratadas de forma temporária. Com a volta do funcionamento normal, a gente espera uma boa época de vendas e que no fim desse período seja possível efetivar esses trabalhadores”, contou a empresária. 

 

A volta da circulação dos consumidores, à medida que a vacinação avança em todo o país, deve fazer com que as vendas aumentem e como consequência o comércio empregue mais. É o que espera a empresária Evelyn Tanache, que é proprietária de dois restaurantes também em shoppings da cidade e espera um aumento nas vendas de pelo menos 30%.

 

“Estamos muito esperançosos. Devemos contratar treze funcionários para este fim de ano. A intenção é atender uma demanda que nós enxergamos estar reprimida e que aumentará com o avanço da vacinação, já que o consumidor passa a ter mais confiança de ir ao shopping”, destaca Tanache.

 

FALTA DE PROFISSIONAIS

Mesmo com o alto índice de desemprego e a abertura de vagas de trabalho neste fim de ano, as empresárias relatam dificuldade para encontrar funcionários que preencham os postos de trabalho. E o motivo pode estar intimamente ligado com a pandemia.

 

“A gente não entende, mas acredita que um dos principais motivos é que essas pessoas não tem um lugar para deixar os filhos enquanto trabalham, já que as escolas e creches ainda estão fechadas”, afirmou a empresária Thatiane. 

 

O trabalhador que consegue uma oportunidade pode transformar a vaga temporária em emprego fixo. Em entrevista ao Diário, Tathiane disse também que ano passado chegou a contratar algumas pessoas, mas com a segunda onda da Covid-19 não conseguiu mantê-las no quadro da loja. Entretanto, está otimista para 2022. “Eu quero manter o pessoal sim. Logo vêm os períodos de férias das funcionárias fixas e a gente precisa ter gente para suprir o quadro e manter os atendimentos”, explicou.

 

Para Evelyn Tanache, a expectativa é a mesma. A empresária conta com o aumento da circulação de pessoas nos shoppings que voltaram a funcionar no horário convencional. A ideia é que a maioria das contratações temporárias virem fixas.

 

“A gente tá tendo dificuldade demais em achar gente para trabalhar nos shoppings e eu espero efetivar cerca de 80% dos funcionários que forem contratados de forma temporária”, afirmou Evelyn. 

 

SINE

Além das vagas abertas em vários setores do comércio, o Sistema Nacional de Empregos (SINE), em Uberlândia, está com 300 vagas de empregos temporários abertas em diversas áreas. Os interessados podem acessar a plataforma digital - sineudi.uberlandia.mg.gov.br - ou ir até a sede que fica na avenida São Francisco de Assis, 1070, Lagoinha.



 

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »