05/10/2021 às 08h09min - Atualizada em 05/10/2021 às 08h09min

Em Uberlândia, mais de 23% dos idosos convocados para a terceira dose não comparecem

Prefeitura ressalta a importância da dose reforço contra o coronavírus para pessoas acima dos 60 anos

DA REDAÇÃO
Mais de 3.500 pessoas não compareceram nos dias e horários marcados desde o dia 23 de setembro I Foto: Secom/PMU
A Prefeitura de Uberlândia têm encontrado dificuldade para dar efetividade à aplicação da dose de reforço em idosos. Segundo um levantamento divulgado pelo município, mais de 3.500 pessoas não compareceram nos dias e horários marcados desde o dia 23 de setembro, quando foi iniciada a imunização da 3ª dose. O número representa mais de 23% das quase 15 mil convocadas para receber a dose de reforço.
 
A vacina adicional, conforme orientações da Nota Técnica nº 27 do Ministério da Saúde, é destinada a idosos acima de 60 anos que concluíram o esquema vacinal há pelo menos seis meses. A aplicação da dose de reforço leva em consideração o avanço da vacinação contra a Covid-19, já sendo possível notar a redução da ocorrência de casos graves e óbitos pela doença.
 
“Já é de conhecimento que, após seis meses, as vacinas contra a Covid-19 precisam de um reforço. É a forma encontrada para potencializar e reativar a capacidade de imunização que a vacina proporciona à pessoa, também chamada de resposta imune, para que os casos e mortes não voltem a subir”, afirmou a coordenadora do Programa de Imunização, Claubia Oliveira.

 
A Prefeitura reforça que é imprescindível que a população que se enquadra na nova diretriz de imunização e os familiares responsáveis pelo contato feito no primeiro cadastro fiquem atentos às convocações. A confirmação do agendamento, além da mensagem de texto no celular (SMS), também é feita via e-mail para quem optou por preencher o campo no momento do cadastro e também pode ser conferida no Portal da Prefeitura.
 
Os aptos receberão o SMS com dia, hora e local, de acordo com as informações que estão no cadastro, como data de nascimento e de recebimento da última dose. A imunização é feita de acordo com a quantidade de doses enviadas pelo governo estadual e a vacina a ser utilizada para a dose adicional é, preferencialmente, a Pfizer. Também poderão ser aplicadas, de maneira alternativa, a AstraZeneca ou a Janssen.
 
São aptos os idosos acima de 60 anos que receberam a segunda ou dose única há pelo menos seis meses, independentemente do imunizante aplicado.
 
Veja o cronograma da vacinação para esta semana:
 
Terça-feira (5)
- Segunda dose da Pfizer em quem recebeu a primeira até o dia 14 de agosto;
Locais: Arena Sabiazinho e Ginásio do UTC (entradas das avenidas Getúlio Vargas e Cipriano del Fávero)
 
Quarta-feira (6)
- Segunda dose da Pfizer em quem recebeu a primeira até o dia 14 de agosto;
Local: Arena Sabiazinho

VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »