23/09/2021 às 16h04min - Atualizada em 23/09/2021 às 16h04min

Número de casos de sífilis chega a 200 no primeiro semestre e preocupa profissionais da saúde

Profissionais enfatizam importância do teste; ambulatório em Uberlândia oferece serviço de testes para doenças sexualmente transmissíveis

LORENA BARBOSA
Teste rápido é feito em aproximadamente 20 minutos e, através dele, é possível identificar sífilis, HIV e hepatite B e C | Foto: Lorena Barbosa

No primeiro semestre deste ano, 200 diagnósticos de sífilis foram registrados em Uberlândia. De acordo com a coordenadora do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids), Cláudia Spirandelli, o número é preocupante e os casos de sífilis vem crescendo anualmente.

Ainda no período de janeiro a junho de 2021, a cidade registrou outros 89 casos de sífilis congênita, quando as mães passam para os bebês durante a gestação. Em todo o ano de 2020, foram registrados 332 casos de sífilis e 175 de sífilis congênita.

A bactéria que causa a doença é transmitida através de relações sexuais desprotegidas. A infecção tem cura, mas é importante que seja identificada e tratada imediatamente, principalmente entre as gestantes, conforme explicou Spirandelli. 

"Desde 2017 a gente vem falando sobre o aumento desses casos e a importância dos testes. O bebê pode nascer com má formação congênita, além de sequelas neurológicas”, informou.

TESTES
Uberlândia conta com o Ambulatório Hebert Souza que realiza testes rápidos para a identificação de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Além da testagem para o diagnóstico de sífilis, na hora da coleta também são feitos testes rápidos de HIV, hepatite B e C e também orientações sobre a importância de se manter uma vida sexual saudável.

Ainda conforme dito por Spirandelli, os resultados dos testes ficam prontos entre 15 e 20 minutos. O processo é bem simples, é coletada uma gota de sangue e colocada junto com o reagente.

Caso o teste rápido dê positivo, o paciente é direcionado para realização de um exame sorológico. Além disso, os pacientes recebem acompanhamento e orientação sobre o tratamento. Cláudia orienta que o cuidado e a prevenção devem ser constantes e que é preciso fazer o teste sempre no início de um relacionamento, principalmente se existe um objetivo de engravidar.

"É fundamental o uso do preservativo, em todos os tipos de relações, sejam elas orais, anais e vaginais. Aqui a gente oferece preservativos feminino e masculinos, gel lubrificante e quem precisa ter acesso pode vir ao ambulatório", destacou a coordenadora.

Nesta quinta-feira (23), os horários de atendimento no ambulatório, que normalmente são feitos das 7h às 11h ou das 13h às 16h, foram estendidos até as 19h. A ação é um experimento e, caso haja procura fora do horário comercial, pode acontecer pelo menos uma vez por mês. 

"A vida social continua, mesmo com a pandemia, por isso a gente segue atendendo as pessoas, seja em um dia especial para testes como hoje, seja de segunda a sexta através dos agendamentos”, concluiu Spirandelli. 

Os interessados em realizar os testes podem ir até o Ambulatório Herbert de Souza, que fica na rua Avelino Jorge Nascimento, nº 15, no bairro Roosevelt. O atendimento é feito das 7h às 11h ou das 13h às 16h. Nesta quinta-feira (23), será estendido até às 19h sem a necessidade de agendamento. Para o atendimento regular, o agendamento deve ser feito pelo telefone: (34) 3215-2444.


Notícias Relacionadas »
Comentários »