21/09/2021 às 12h00min - Atualizada em 21/09/2021 às 12h00min

Foragido condenado por maus-tratos em clínica de reabilitação no Tocantins é preso em Uberlândia

Homem estava na cidade há cerca de um ano e trabalhava como vigilante; ele foi preso enquanto passeava com o cachorro

DA REDAÇÃO

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu na tarde desta segunda-feira (20), no bairro Santa Luzia, um foragido da Justiça do estado do Tocantins. O homem estava com mandado de prisão preventiva decretada desde 2017. Ele era empregado de uma clínica de reabilitação que foi fechada pela Polícia Federal em Araguaína, após denúncias de maus tratos contra os internos. O investigado estava em Uberlândia há cerca de um ano e trabalhava como vigilante. 

O foragido, de 43 anos, foi preso, enquanto passeava com o cachorro nas proximidades da casa da mãe. De acordo com a Polícia Civil (PCMG), o homem foi condenado a uma pena de 5 anos de reclusão por crime de privação de liberdade, agressões físicas e psicológicas e associação criminosa. 


O caso teve muita repercussão na época no estado do Tocantins. Na ocasião, a polícia havia recebido a denúncia de que a clínica não tinha alvará de funcionamento e também que internos estariam sofrendo maus tratos e mantidos em cárcere privado. A dona da clínica e quatro empregados, entre eles o investigado que foi preso em Uberlândia, foram conduzidos pela Polícia Federal para prestar depoimento. Os internos confirmaram as denúncias.

Ao ser preso, o foragido não quis falar sobre o ocorrido no estado de Tocantins. Ele disse apenas que veio para a cidade porque tem parentes e que estava trabalhando. O acusado foi encaminhado para o Presídio Professor Jacy de Assis – Uberlândia 1, mas deve ser transferido para cumprir a pena no estado do Tocantins.


VEJA TAMBÉM:
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »