10/09/2021 às 13h41min - Atualizada em 10/09/2021 às 13h41min

Incêndio destrói quase 600 hectares de reserva no clube Caça e Pesca

Fogo foi controlado por volta das 2h da madrugada desta sexta (10)

LORENA BARBOSA
Chamas começaram por volta de 14h às margens da MGC-455 e só foram controladas após 12 horas de trabalho | Foto: Whatsapp/Reprodução

O incêndio de grandes proporções, que atingiu uma área de reserva no clube Caça e Pesca em Uberlândia, na tarde de quinta-feira (9), destruiu quase 600 hectares de vegetação do cerrado, florestas, área de pastagens e também reflorestamento. O fogo começou por volta de 14h às margens da MGC-455 e só foi controlado depois de 12 horas de trabalho do Corpo de Bombeiros (CBMMG), com o apoio de fazendeiros da região e colaboradores do clube. Uma densa camada de fumaça cobriu parte da cidade na manhã desta sexta-feira (10), principalmente na região sul.

As chamas avançaram rapidamente atingindo toda a vegetação rasteira e a copa das árvores. O incêndio se concentrou na reserva aos fundos do clube. O fogo em toda a mata só foi controlado por volta de 2h da madrugada desta sexta-feira (10). Para apagar as chamas, antes que elas atingissem a sede do clube ou as chácaras próximas ao local, os militares atuaram com duas equipes e contaram com o apoio de máquinas e caminhões pipas dos fazendeiros da região e além de colabores do clube.

 

Não foi possível precisar o que causou as chamas. Mas, de acordo com o Corpo de Bombeiros, a suspeita é que o fogo tenha sido colocado por incendiários em alguma propriedade da zona rural e durante o dia as fagulhas foram se espalhando e acabaram atingindo as dependências do clube.

O gerente do clube Caça e Pesca Itororó, Eduardo Amâncio, explicou que o fogo chegou na reserva por volta de 16h e se espalhou muito rápido, porque a vegetação local estava seca devido à geada que caiu há cerca de dois meses. Por volta de 22h, depois de uma força-tarefa envolvendo o Corpo de Bombeiros, a equipe de combate a incêndio e colaboradores do clube, além de donos de propriedades na região, as chamas foram contidas dentro dos limites do clube.

 

Ainda de acordo com Amâncio, não houve danos materiais. Ele disse ainda que hoje profissionais de gestão ambiental, representantes do Corpo de Bombeiros, Prefeitura Municipal e pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) estiveram na reserva e nenhum animal foi encontrado morto. Os órgãos devem avaliar agora o tamanho do dano causado ao ecossistema da região.

VEJA TAMBÉM:


 

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »