04/09/2021 às 15h00min - Atualizada em 04/09/2021 às 15h00min

Uberlândia é a 2ª de Minas Gerais no ranking de cidades inteligentes

Cidade se destaca nas áreas de urbanismo e tecnologia e inovação

GABRIELE LEÃO
Uberlândia se destacou em cinco das 11 avaliações do estado | DIVULGAÇÃO
Uberlândia foi classificada em 2º lugar no Ranking Connected Smart Cities de 2021, em relação às outras cidades de Minas Gerais. O estudo avalia os municípios brasileiros em relação ao desenvolvimento inteligente, sustentável, humano e conectado. O município aparece ainda como uma das 100 cidades mais bem posicionadas no país em cinco dos 11 indicadores utilizados na avaliação.

A cidade ficou atrás apenas da capital do estado, Belo Horizonte, que ocupa o 1º lugar no ranking de Minas Gerais e o 15º lugar no ranking nacional. Uberlândia está na 32º posição no ranking nacional. Já Uberaba ficou na 48ª posição e Juiz de Fora na 65ª colocação.

Para calcular o ranking, o estudo avalia 11 setores que são essenciais para os municípios. São eles: Sustentabilidade, Mobilidade, Urbanismo, Meio Ambiente, Energia, Tecnologia e Inovação, Economia, Educação, Saúde, Segurança, Empreendedorismo e Governança.

Uberlândia teve a melhor posição na área de Urbanismo e ocupa a 11ª posição. A pesquisa aponta que o planejamento urbano é fundamental para o desenvolvimento de uma cidade inteligente, pois seu impacto é maior do que apenas o eixo e tem repercussão em questões como meio ambiente, mobilidade, governança, segurança e economia.

Impactam na avaliação do desenvolvimento urbano das cidades, no conceito de cidades inteligentes, questões básicas de infraestrutura, como a distribuição de água e o atendimento urbano de esgoto, assim como pontos de mobilidade e as leis que regem o ordenamento do solo.

OUTRAS POSIÇÕES
O setor de Tecnologia e Inovação também é destaque para o município. Em 25º posição, Uberlândia se destaca pela infraestrutura tecnológica oferecida, que, segundo a pesquisa, provê resultados importantes para o desenvolvimento da área. Também contribuem para a boa cobertura de internet por meio de fibra óptica e facilidade de acesso a esse tipo de serviço, boa qualificação de profissionais e a existência de incubadoras de empresas.

A Educação do município ficou em 63º posição e entre os critérios de avaliação estão: vagas em universidade pública, média do enem, taxa de abandono, número de empregos formais de nível superior, média de hora-aula diária,  média de alunos por turma e força de trabalho ocupada.

A penúltima colocação de Uberlândia é Mobilidade e Acessibilidade. A cidade ficou em 41º lugar. Os critérios analisados foram: ciclovias, mortes no trânsito, semáforos inteligentes, bilhete eletrônico do transporte público, taxa de veículos de baixa emissão, ônibus e automóveis, além de número de automóveis e habitantes.

E o último lugar do município é em relação ao Meio Ambiente. Uberlândia foi posicionada no 93º lugar entre as outras cidades. Das 100 cidades mais bem colocadas no recorte de Meio Ambiente do Ranking Connected Smart Cities, 56 possuem porte médio, com 100 a 500 mil habitantes, e 26 possuem porte pequeno, com 50 a 100 mil habitantes. Na computação, estão os itens: Taxa de atendimento urbano de água, perdas na distribuição de água, tratamento de água e esgoto, recuperação de materiais recicláveis, cobertura de coletas de resíduos sólidos, monitoramento de áreas de risco e taxa de resíduos de plásticos recuperadas.



Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »