12/07/2021 às 19h00min - Atualizada em 12/07/2021 às 19h00min

Prefeitura adquire 14 novas ambulâncias

Investimento foi de R$ 1,6 milhão; recursos vieram da Secretaria Municipal de Saúde e de emenda parlamentar

DA REDAÇÃO
Novas ambulâncias foram entregues na Praça Cívica I Foto: Valter de Paula/Secom/PMU
O sistema de saúde público de Uberlândia recebeu mais 14 veículos que serão repassados para a Central de Ambulâncias, um investimento de R$ 1,6 milhão. A solenidade de entrega aconteceu na manhã desta segunda-feira (12), na Praça Cívica do Centro Administrativo Municipal.

As ambulâncias serão utilizadas para auxiliar na prestação de serviços em apoio às unidades de saúde no atendimento da comunidade, e dez delas foram adquiridas com verba da própria Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e as outras quatro com emenda parlamentar do deputado estadual Leonídio Bouças (MDB).

“Não se trata apenas de um incremento da frota. É um ganho que proporciona estrutura aos nossos profissionais da área e aprimora a atenção aos pacientes. São questões que refletem na qualidade do cuidado com os cidadãos para salvar mais vidas”, destacou o prefeito Odelmo Leão.

De acordo com dados repassados pela Prefeitura de Uberlândia, de janeiro a junho deste ano, a Central de Ambulâncias realizou mais de 19,3 mil atendimentos, com transferências de pacientes entre as Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) para a realização de hemodiálise, exames e consultas nos hospitais Municipal e de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HCU-UFU), além dos atendimentos nos distritos e para o Tratamento Fora de Domicílio (TFD).

A Central de Ambulâncias também disponibiliza os veículos que ficam de plantão nas Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) 24h da cidade e os de suporte ao Sistema Integrado de Atendimento a Trauma e Emergência (Siate).

LEGISLATIVO
Entre as autoridades na solenidade, vereadores da base do governo estavam presentes. Para que isso pudesse acontecer, a sessão ordinária que ocorria na Câmara Municipal foi suspensa por quase 60 minutos.

No retorno das atividades, foram votados dois projetos em primeira discussão. O primeiro, de autoria do vereador Sargento Ednaldo (PP), que previa a obrigatoriedade do fornecimento gratuito de sacolas para clientes de supermercados, hipermercados, atacadistas e estabelecimentos varejistas. A proposta foi rejeitada por 12 votos a 11, com quatro ausências.

O desempate ficou por conta do presidente da Casa, vereador Sérgio do Bom Preço (PP), que foi contra.

Já o segundo projeto, de autoria dos vereadores Anderson Lima (PSL) e Raphael Leles (DEM), altera a Lei Complementar Nº 537/2011 e amplia o rol de projetos educacionais públicos e privados que podem receber apoio municipal para ampliar conhecimento sobre educação empreendedora. Foram incluídos os que trabalham com educação financeira, inovação, noções de direito e cidadania. A proposta foi aprovada e segue para segunda votação.

*Matéria atualizada às 15h44 de 13 de julho para correção de informação.


VEJA TAMBÉM:
Uberlândia registra 8 mortes por coronavírus em 24h
Município convoca público vacinado em abril para a segunda dose


 
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »