25/05/2021 às 12h28min - Atualizada em 25/05/2021 às 12h28min

Frente fria derruba temperaturas em Uberlândia e traz chuva após quase 40 dias

A massa de ar polar vinda do norte da Argentina fez a cidade ter, nesta terça-feira (25), um dos dias mais frios do ano, com os termômetros marcando 16,2° C pela manhã

FERNANDO NATÁLIO
Massa de ar vinda da Argentina trouxe o frio para a região I Foto: CPTEC/INPE
A passagem de uma frente fria pela região sul do Brasil fez com que Uberlândia voltasse a ter chuvas após quase 40 dias de estiagem e registrasse queda na temperatura, que deverá permanecer baixa nos próximos dias. A massa de ar polar de “Alta Pressão” vinda do norte da Argentina fez com que a cidade tivesse, nesta terça-feira (25), um dos dias mais frios do ano, com os termômetros marcando 16,2°C pela manhã, segundo o geógrafo William Borges, do Laboratório de Climatologia e Recursos Hídricos (LCRH) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

De acordo com William Borges, o dia mais frio do ano em Uberlândia, de acordo com a última leitura, foi registrado em 1° de maio, quando a temperatura chegou a 15,8° C. “A previsão do tempo para esta semana mostra que teremos manhãs frias e tardes quentes e secas. Mínima de 13° C e máxima de 30° C. Só não teremos mais frio porque a massa de ar polar de “Alta Pressão”, que começa a subir em direção ao centro sul do Brasil, não irá conseguir se deslocar para o Sudeste”, explicou, lembrando que as temperaturas mais baixas permanecerão apenas nesta semana. “Depois, voltarão ao patamar que estava antes”, observou.

Também segundo o geógrafo da UFU, nesta segunda-feira (24), dia em que parte dos moradores de Uberlândia foi vista nas ruas da cidade vestida com casacos e moletons, a temperatura chegou a 16° C pela manhã. “E a sensação térmica foi de 14° C devido às rajadas de vento”, informou William Borges.

CHUVAS
Além do frio que o uberlandense voltou a sentir nos últimos dias, a chuva também chamou a atenção na cidade. Registrada no último sábado (22), a precipitação, que chegou a 19,6 mm na medição da Estação Industrial - conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), com dados da plataforma Hobolink UFU -, ocorreu após um período de quase 40 dias sem chuva em Uberlândia.

“A precipitação foi provocada pela passagem de uma frente fria e um ciclone extratropical na região sul do Brasil. Esse ciclone extratropical fez um corredor de umidade, que trouxe a chuva para a região do Triângulo Mineiro”, pontuou o geógrafo William Borges, do Laboratório de Climatologia e Recursos Hídricos (LCRH) da UFU.

E a chuva na cidade não deve parar, por enquanto. Ainda segundo o geógrafo, há previsão de ocorrência de precipitação para os próximos dias e nível alto de umidade relativa do ar no período matutino e queda na taxa no período vespertino. “Podem ter chuviscos na quarta-feira (26) e pancadas de chuva isoladas na quinta-feira (27)”, informou o geógrafo. “A umidade relativa do ar deverá ficar em 80% pela manhã e, no período da tarde, pode chegar abaixo dos 30%”, afirmou.
 
Veja os dados da chuva de sábado (22) em Uberlândia:
 
Registros das estações climatológicas da UFU
 
- Estação Centro: precipitou 15 mm e rajadas de ventos de aproximadamente 18 km/h
 
- Estação São Jorge: precipitou 12,6 mm e rajadas de ventos de aproximadamente 37 km/h
 
- Estação Jardim Patrícia: precipitou 13,6 mm e rajadas de ventos de aproximadamente 47 km/h.
 
- Estação Industrial: precipitou 19,6 mm e rajadas de ventos de aproximadamente 26 km/h
 
- Estação Campus Santa Mônica: precipitou 8,8 mm e rajadas de ventos de aproximadamente 51 km/h
 
Fonte: INMET e Hobolink UFU


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »