26/04/2021 às 09h30min - Atualizada em 26/04/2021 às 09h30min

Paratleta de Uberlândia é convocado pela seleção brasileira de bocha

Mesmo durante a pandemia, Futel manteve a rotina de treinamento de Mateus Carvalho, com todos os cuidados necessários; assistente esportivo Oscar Carvalho também foi chamado

DA REDAÇÃO
Paratleta Mateus Carvalho e o assistente esportivo Oscar Carvalho farão preparação para competições internacionais I Foto: Secom/PMU
O paratleta do Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU) – associação parceira da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) – Mateus Carvalho e o assistente esportivo Oscar Carvalho foram convocados para a segunda fase de treinamento da seleção brasileira de bocha paralímpica, que acontecerá entre os dias 30 de abril e 7 de maio, em São Paulo. A preparação será para competições internacionais previstas para serem realizadas ainda neste ano, inclusive os Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Mateus Carvalho é um dos paratletas de alto rendimento apoiados pela Futel que mantiveram sua rotina de treinamento durante a pandemia. Desde setembro do ano passado, ele treina no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), com todos os cuidados preventivos necessários, como aferição de temperatura e uso de máscara de proteção e álcool em gel.

“Essa iniciativa da Futel foi essencial para eu manter meu ritmo de treinamento e, com isso, ser convocado para a seleção brasileira. Essa será a segunda fase de treinamento deste ano, que na verdade deveria ter acontecido em março, mas devido ao agravamento da pandemia, a fase foi cancelada e só acontecerá agora”, explicou Mateus Carvalho.

“Esse segundo encontro é muito importante para a continuidade do trabalho que vem sendo desenvolvido. Durante a primeira fase, realizada em janeiro, fizemos vários ajustes e definimos vários outros para serem realizados com cada um. Agora teremos a chance de testar os ajustes que fizemos e nos preparar para as competições previstas para este ano”, ressaltou.

Mateus Carvalho tem diversas conquistas importantes na sua carreira, inclusive duas medalhas nos Jogos Parapan-Americanos de 2019, disputados em Lima, no Peru: uma de bronze na bocha individual e uma de ouro por equipe.


VEJA TAMBÉM:
Fotógrafos se reiventam para continuar trabalhando durante a pandemia em Uberlândia


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »