22/04/2021 às 10h19min - Atualizada em 22/04/2021 às 10h19min

Após assaltar comércio, criminosos trocam tiros com a PM e são presos em Uberlândia

Ocorrência foi registrada na madrugada desta quinta-feira (22); um dos autores foi atingido por um disparo de arma de fogo

DA REDAÇÃO
Carro roubado no estabelecimento foi utilizado para tentativa de fuga dos criminosos | Foto: PM/Divulgação

A Polícia Militar (PM) prendeu, na madrugada desta quinta-feira (22), dois homens, de 30 e 34 anos, que assaltaram um estabelecimento no bairro Laranjeiras, em Uberlândia. Os criminosos também atiraram contra os policiais durante tentativa de fuga.
 

De acordo com a ocorrência, os criminosos entraram em uma hamburgueria, localizada na avenida dos Titos, e anunciaram o assalto. Os autores estavam com armas de fogo e ameaçaram os funcionários e clientes que estavam no local. Eles conseguiram roubar dinheiro do caixa, pertences pessoais das vítimas como celulares e carteiras, além de um carro.
 

Após rastreamentos, os militares encontraram o veículo roubado no cruzamento das ruas Angelino Favato e Raul Petronílio de Pádua, que seguia rumo ao Terminal Santa Luzia. Ao perceber a presença da viatura, o autor que conduzia o carro fugiu em alta velocidade pelo interior do bairro. 

Durante a perseguição, o motorista colocou em risco a vida de diversos pedestres e outros motoristas. Além de dirigir em alta velocidade, ele também invadiu ruas na contramão e desrespeitou as paradas obrigatórias das vias.
 

Minutos depois, o condutor perdeu o controle do carro ao passar por um quebra-mola e bateu contra um barranco. Os assaltantes desceram do veículo e começaram a correr pela via. Eles também atiraram contra os policiais, que revidaram os disparos.
 

Os PMs conseguiram render os criminosos. Um deles foi atingido por um tiro na perna e encaminhado para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), onde recebeu atendimento médico e, em seguida, foi liberado. Os autores foram levados à Delegacia de Plantão da Polícia Civil. Ambos têm diversas passagens por roubos e tráfico de drogas. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »