08/04/2021 às 20h15min - Atualizada em 08/04/2021 às 20h15min

Dados do Município indicam desaceleração do contágio por Covid-19 em Uberlândia

Medidas mais rígidas adotadas a partir do dia 23 de fevereiro resultaram na queda da fila de transferência em 85% para UTIs, aponta Prefeitura

DA REDAÇÃO
Gráfico informado pela Prefeitura mostra que total de pacientes internados nas UAIs nesta quinta (8) é de pouco mais de 200, enquanto no início de março eram cerca de 450 I Foto: Secom/PMU
Dados do acompanhamento realizado pelo Município de Uberlândia revelam que houve desaceleração do contágio da Covid-19 na cidade, após sucessivos recordes de internações e mortes registrados nos dois últimos meses.

Atingida pela segunda onda do vírus - mais mortal e provocada pela chegada das cepas manauense e britânica na cidade -, que resultou em um colapso das redes pública e privada de saúde, Uberlândia adotou uma série de medidas restritivas para frear a disseminação da doença, como o toque de recolher e a lei seca, válidas a partir do dia 23 de fevereiro.

Segundo a Prefeitura informou nesta quinta-feira (8), de 21 de fevereiro até esta quinta, houve uma redução de 85% na demanda por transferência a partir das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) para UTIs de hospitais e de 77% na fila de espera por enfermarias em hospitais.

E o ritmo de proliferação do vírus também sofreu impacto na taxa de positividade. Na semana do dia 22 de fevereiro, a taxa de positividade na cidade era de 39,6%, o que significava que a cada 100 suspeitos examinados quase 40 testavam positivo. Já na semana do dia 29 de março, o índice caiu mais de 10 pontos percentuais, para 29%. Ou seja, a cada 100 suspeitos, 29 testaram positivo.

VACINAÇÃO
Até o momento, 11,15% da população (quase 78 mil pessoas) já receberam ao menos a primeira dose do imunizante. Nesta quinta-feira (8), 5.492 vacinas foram aplicadas nos pontos de vacinação localizados no ginásio do Uberlândia Tênis Clube (UTC), na Arena Sabiazinho, drive-thru do estacionamento do Centro Administrativo Municipal contemplando as faixas etárias de 66 e 65 anos e em residência de acamados.

CRONOGRAMA
Com a ampliação da vacinação, até esta sexta-feira (9), 8 mil idosos de 66 e 64 anos já terão sido convocados para receber o imunizante contra o coronavírus.

Dentro da programação, também estão inseridos os idosos acamados e a segunda dose de quem foi vacinado nos dias 17 e 19 de março. A aplicação da segunda dose será no drive-thru, no estacionamento do Centro Administrativo. A vacinação acontece das 8h às 18h.



 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »