06/04/2021 às 09h00min - Atualizada em 06/04/2021 às 09h00min

Praia perde para o Minas e fica com o vice na Superliga Feminina

Minas venceu por 3 sets a 2 (25/17, 13/25, 12/25, 25/18 e 15/11) o Praia no terceiro e decisivo jogo do playoff final, na noite desta segunda-feira (5)

DA REDAÇÃO
Duelo foi realizado no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ) | Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

O Dentil/Praia Clube perdeu por 3 sets a 2 (25/17, 13/25, 12/25, 25/18 e 15/11) para o Itambé/Minas o terceiro e decisivo jogo do playoff final, na noite desta segunda-feira (5), e viu a equipe adversária ser campeã da Superliga Feminina de Vôlei 2020/2021. O duelo foi realizado no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ). 
 

Com o resultado, a equipe uberlandense foi vice-campeã da competição nacional. Enquanto isso, o Minas levou mais um título na temporada. A equipe já tinha conquistado o Campeonato Mineiro e a Copa Brasil. No duelo decisivo desta segunda, a ponteira Megan Easy, do Minas, foi a maior pontuadora, com 24 acertos.
 

Após o jogo, a central Walewska, do Praia, lamentou a derrota, mas ressaltou a luta do time de Uberlândia em toda a competição. “Essa final foi fantástica. Encaramos o Minas de frente, uma equipe que teve apenas uma derrota em toda fase classificatória. Jogamos taticamente muito bem, o grupo foi sensacional e lutou o tempo inteiro. Tentamos buscar e reverter o placar, portanto todo o time está de parabéns”, afirmou Walewska.
 

Eleita a melhor jogadora da partida, através de votação popular, e a melhor levantadora da Superliga Feminina 2020/2021, a levantadora Macris, do Minas, destacou a força do conjunto do time da capital mineira na conquista do título.
 

“Saímos de momentos difíceis juntas, em grupo, e só assim conseguimos superar as dificuldades. Apesar dos sets ruins, sabíamos que ia ser difícil e sabíamos também que só íamos conseguir em conjunto. A força do grupo, o trabalho do ano inteiro, todo o esforço de hoje, tudo isso foi importante para conseguir essa vitória”, disse Macris.
 

TEMPORADA CONCLUÍDA

Vice-presidente da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Radamés Lattari fez questão de enaltecer a satisfação em poder encerrar a competição feminina - diferente da temporada anterior, que teve que ser interrompida já por causa da pandemia da Covid-19.
 

“Estou muito feliz pela conclusão da Superliga feminina. Há pouco tempo, poucos poderiam acreditar que iriamos conseguir levar até o final, então queremos parabenizar os clubes, os patrocinadores dos clubes e da CBV e, sobretudo, ao corpo de funcionários da Confederação Brasileira de Voleibol, que fez, em conjunto, como um time, essa competição ser um sucesso”, finalizou Radamés Lattari.

 

EQUIPES:

DENTIL/PRAIA CLUBE: Claudinha, B. Martinez, Michelle Pavão, Fernanda Garay, Carol e Walewska. Líbero – Suelen

Entraram: Rosane, Monique Pavão e Mari Paraíba

Técnico: Paulo Coco

 

ITAMBÉ/MINAS: Macris, Dani Cuttino, Megan Easy, Pri Daroit, Carol Gattaz e Thaisa. Líbero – Léia

Entraram: Pri Heldes, Kasiely e Camila Mesquita

Técnico: Nicola Negro

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »