25/03/2021 às 12h02min - Atualizada em 25/03/2021 às 12h02min

HC-UFU anuncia abertura de mais 10 leitos de UTI destinados à Covid-19

Com a expansão, o hospital passará a ter 42 leitos para a doença; restrições de visitas e suspensão dos estágios de graduação também foram divulgadas

BRUNA MERLIN
Novas medidas foram anunciadas pelo HC-UFU durante live nesta quinta-feira (25) | Foto: Reprodução/Youtube
O Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) anunciou, na manhã desta quinta-feira (25), que irá abrir 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados à Covid-19. Outras medidas preventivas para preservar recursos e combater o alto contágio da doença também foram anunciadas.

As novidades foram informadas através de uma live realizada pelo reitor da UFU, Valder Steffen Júnior, e pelo superintendente do HC-UFU, Nilton Pereira Júnior. Na ocasião, os representantes da instituição informaram que as novas medidas são um reflexo da alta demanda de pacientes que estão sendo contaminados pelo coronavírus na cidade, além dos municípios da região Triângulo Norte que são atendidos na unidade de saúde.

Desde a segunda quinzena de fevereiro, o HC-UFU está disponibilizando de forma gradativa mais leitos para atender a quantidade de pessoas que são direcionadas ao hospital. Atualmente, a unidade conta com 32 leitos de UTI e, com a expansão, que deve ocorrer nos próximos dias, passará a ter 42 leitos.

Além disso, conforme dito por Nilton Pereira, mais leitos de enfermaria e de pronto-socorro também foram disponibilizados ao HC-UFU. Ao todo, o hospital tem mais de 130 leitos, incluindo de UTIs, enfermarias e de pronto-socorro.

“O Hospital de Clínicas continua atendendo as demais patologias e traumas. Somos um hospital de alta complexidade e vimos a real necessidade de ampliar todos os serviços oferecidos”, ressaltou o superintendente.

Nos últimos dias, a instituição contratou mais de 100 profissionais emergenciais de diversas especialidades para aumentar os atendimentos tanto de Covid-19 quanto de outras patologias e traumas. “A sociedade necessita dessa ampliação de assistência devido ao cenário que estamos enfrentando nos últimos três meses”, disse Nilton Pereira. 

OUTRAS MEDIDAS
O superintendente do Hospital de Clínicas da UFU anunciou, ainda, outras medidas preventivas com o objetivo de conter recursos e evitar o aumento do contágio do vírus dentro da unidade. Segundo Nilton Pereira, a unidade restringiu as visitas a pacientes que estejam no local.

“Queremos diminuir o número de circulação de pessoas no hospital para dar maior segurança aos pacientes, aos funcionários e também aos familiares”, complementou.

A instituição também suspendeu, temporariamente, as atividades dos estágios de graduação da UFU que aconteciam dentro da unidade. “Somos um hospital escola vinculado a diversos cursos da UFU, mas, infelizmente, tivemos que suspender a participação dos alunos da unidade para garantir a segurança deles e também reduzir o consumo de recursos, principalmente os equipamentos de proteção individual”, explicou o representante.

SEM DESABASTECIMENTO
Ainda durante o pronunciamento, o superintendente do HC-UFU reforçou que a unidade não está com desabastecimento de insumos, como medicamentos, e nem de outros materiais, como equipamentos de proteção individual e tanques de oxigênio.

“Essa medidas preventivas estão sendo aplicadas justamente para que não haja um desabastecimento futuro de insumos. Não podemos negar que houve, sim, um aumento no consumo dos recursos, mas estamos unindo forças para atender todos os pacientes e garantir a segurança dos funcionários”, concluiu. 



 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »