23/03/2021 às 14h24min - Atualizada em 23/03/2021 às 14h24min

Grupontapé anuncia programação do 9º Festival Cenas Curtas de Uberlândia

Apresentações serão virtuais pelo canal do grupontapé no YouTube

DA REDAÇÃO
Lista de classificados e datas já foi divulgada | Foto: Divulgação
A pandemia de Covid-19 trouxe um impacto grande para o setor cultural em nível Brasil. Impossibilitados de realizar eventos com a presença de público, muitos artistas buscaram as plataformas digitais para manter seus projetos e atividades. É o caso do Grupontapé, tradicional companhia de teatro de Uberlândia-MG, que já realizou algumas apresentações online e agora, com a Escola Livre do Grupontapé, promoverá, a partir do dia 26 deste mês, o “9º Festival de Cenas Curtas de Uberlândia”.
 
A lista dos classificados com suas respectivas datas de apresentação já foi divulgada. Pela primeira vez, o projeto será realizado em duas etapas: uma municipal e outra estadual. Com a classificação do estado de Minas Gerais na “onda roxa” da pandemia da Covid-19, todas as apresentações serão virtuais, transmitidas pelo canal do Grupontapé no YouTube, sempre às 19 horas.
 
No dia 28, dentro da programação do Festival, o Grupontapé realizará um bate-papo com os   selecionados ao vivo e contará também com a participação do ator Abílio Tavares, radicado em São Paulo-SP, que também está em temporada com espetáculo online.
 
OBJETIVO DO FESTIVAL
O objetivo do projeto é um estímulo à criação e a difusão das artes cênicas no estado de Minas Gerais. Segundo a diretora do Grupontapé, Katia Bizinotto em 2020 com os recursos do Programa Municipal de Incentivo à Cultura - PMIC e patrocínio de algumas empresas da cidade, foi divulgado o edital apenas para os artistas de Uberlândia, e com a Lei Aldir Blanc o Grupo pode estender o projeto para todo o estado e privilegiar os artistas mineiros.
 
“Nós já inovamos as nossas ações ao longo de 2020, levando-as para as plataformas digitais. É uma estratégia que tem dado certo e, pelo menos, mantém-nos em atividade. Portanto, o nosso tradicional Festival de Cenas Curtas, que era realizado em Uberlândia, agora também será em nível estadual, virtualmente, confirmando o nosso propósito de fomentar a cultura e a arte na sociedade, gerando oportunidade para que outros grupos e artistas também permaneçam fazendo arte”, destacou.
 
ETAPA MUNICIPAL
As atividades da etapa local, que tem o apoio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Uberlândia, com o patrocínio das empresas locais: Instituto Alair Martins, Hotel Villalba e Ética Conservação, serão realizadas nos dias 26 e 27 de março, e marcarão as comemorações do Dia Mundial do Teatro e Dia Nacional do Circo.
 
No dia 26, serão apresentadas as cenas: Bolsa Rono, de Maria Dias Pereira de Lima; Ei, Google: Tecnologia, de Gabriel Grace de Alcântara; [Sem Título], do Grupo Giz de Teatro; Esquadro, de Sara Bernardes; Carolina, de Rivian Dionísio; A espera, de Júlia Leão. No dia 27: O contrabaixo, de O Barqueiro Produções; Mulheres Memórias: um réquiem para a minha tia-avó, de Emiade; É o fim, de Cássio Machado; Destroços, do Grupo de Artes Comboio; 10 Estágios de Uma Quarentena, de Kandrea Moreno; Sob as Penas da Lei, de Rose Martins.
 
Como contrapartida social deste projeto, o Grupontapé convidou o diretor e professor de Teatro Fernando Limoeiro, de Belo Horizonte-MG, para bater um papo sobre criação teatral em uma live que será transmitida ao vivo no dia 24 de março, e que ficará com o acesso disponível mesmo após o Festival.
 
ETAPA ESTADUAL
Esta ação conta com os recursos da Lei Aldir Blanc (Lei Federal 14.017/2020) em âmbito do Estado de Minas Gerais e prevê a apresentação dos trabalhos classificados em nível estadual, entre os dias 28 e 31 de março, também na página do Grupontapé no YouTube, sempre às 19 horas. Ao todo serão 13 cenas.
 
Além das Cenas Curtas, o Festival contemplará também quatro oficinas gratuitas, que foram selecionadas no projeto, e que serão realizadas entre os dias 28 a 31. São elas: Oficina - Voz e qualidade de presença do atuante, com Maria Lyra; Oficina - Composição e criação de canais de Youtube - renda passiva para grupos de Teatro, com Call Oliver; Questões dramatúrgicas para o teatro na internet, com Marcos Coletta, e Frases corporais de apartamento, com Juliana Nazar.
 
No dia 29, serão apresentadas as cenas: Lar Doce Lar, de Janaína Morse - Palhaça Brisa (Belo Horizonte); Um conto de amor, de Camila Amuy Silva (Uberlândia); A luz que te guia, da Circolando Iniciativas Artísticas (Uberaba); Objetos Sujeitos, de Marcelo Aléssio (Belo Horizonte).
 
Dia 30 de março, será a vez das cenas: Virtude, de André Luiz Nascimento (Teófilo Otoni); Entre Cordas, do Grupo NucleArte (Poços de Caldas); Farofina Convida, de Rose Martins e Leandro Alves (Uberlândia).
 
Para encerrar, no dia 31 de março, serão exibidas as cenas: O amor faz-me fome, da Cia. Mineira de Teatro (São João Del-Rei); Um método de atravessar, de Luiz Rocha (Belo Horizonte); Resquícios de Mãe Coragem, de Fabiana Neves Ferreira Tavares (Uberlândia); Parábolas Kafkianas, de Cássio Machado e Fredy Abreu (Uberlândia); Drama de Angélica, do Grupo Maria Cutia de Teatro (Belo Horizonte).
 
FESTIVAL
Além da oportunidade de apresentar-se no 9º Festival Cenas Curtas, os artistas ou grupos de cada cena selecionada receberam um cachê de R$ 1.300,00. Um incentivo para a cultura, neste momento de pandemia.
 
SERVIÇO:
O quê: 9º Festival Cenas Curtas de Uberlândia
Quando: 26 a 27 – Etapa Municipal
                 28 a 31 – Etapa Estadual
Horário: sempre às 19 horas
Onde: Canal do Grupontapé no YouTube
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »