23/03/2021 às 14h23min - Atualizada em 23/03/2021 às 14h23min

Com nova margem de crédito, empréstimo consignado é alternativa para manter adimplência

CELSO MARTINS | ESPECIAL PARA O DIÁRIO
Foto: Pixabay
Quando as contas começam a atrasar ou surge aquela necessidade de última hora que exige um investimento maior do que o esperado, os empréstimos consignados podem ser uma boa alternativa para manter a saúde financeira.

Caracterizado por ser uma modalidade de crédito que desconta as parcelas diretamente de sua folha de pagamento ou benefício, o consignado é bastante popular entre aposentados e pensionistas, porém, também pode ser contratado por trabalhadores CLT de empresas privadas ativas e servidores públicos.

Esse tipo de empréstimo costuma oferecer taxas mais baixas do que as outras opções de crédito (empréstimo pessoal, cheque especial e rotativo de cartão de crédito) e por isso, comprometem menos o orçamento das famílias. Além disso, recentemente foi aprovada a Medida Provisória 1006/20, que aumenta a margem de crédito consignado de 35% para 40%.

Ou seja, principalmente neste momento, onde muitos brasileiros perderam ou reduziram drasticamente suas rendas por conta da pandemia do novo coronavírus, esse tipo de crédito surge como grande aliado para organizar as contas e planejar os próximos meses de 2021.

Ao solicitar um empréstimo consignado BMG, por exemplo, é possível ter liberdade financeira, já que as parcelas não ultrapassam 30% do valor do salário e ainda encontrar algumas das melhores taxas do mercado, apenas 2,02% por mês.

Isso significa que é possível resolver os problemas com dívidas de forma mais eficaz e segura, mantendo o nome limpo e sem grandes surpresas futuras, pois esse consignado oferece parcelas e juros pré-fixados, onde desde a você contratação o cliente já fica sabendo exatamente o que será pago em cada mês.

Por ter um método de pagamento com garantia, o empréstimo consignado também é uma opção para quem está negativado, já que não tem verificação de SPC ou SERASA. 



Essa publicação é de responsabilidade do autor e não representa necessariamente a opinião do Diário de Uberlândia.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »