20/03/2021 às 08h19min - Atualizada em 20/03/2021 às 08h19min

Outono terá menos chuvas neste ano em Uberlândia

A nova estação será marcada por mínimas de 17 °C e máximas de 30 °C

FERNANDO NATÁLIO
Considerado uma estação de transição do período chuvoso para o seco, o Outono começa neste sábado (20), às 6h38, com previsão de chuvas abaixo da média para esta época do ano em Uberlândia.

De acordo com o geógrafo da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Willian Borges, a nova estação, que tem duração de três meses e vai até o dia 20 de junho, deverá ter, na maior parte do tempo, temperatura mínima de 17 °C e máxima de 30 °C. Mas, ocasionalmente, podem ser registradas oscilações. “Podem ter bloqueios atmosféricos que acabam fazendo a temperatura subir, passando, assim, dos 30 °C”, explicou.

Ainda segundo o geógrafo da UFU, o Outono deverá ter também duas frentes frias. “Serão momentos em que os termômetros poderão marcar temperaturas abaixo dos 10 °C”, afirmou. Conforme Willian Borges, essas variações climáticas que trazem o frio temporariamente são influenciadas pelo fenômeno La Niña.
 
TEMPO SECO
Com o tempo seco típico do Outono, aumentam os problemas respiratórios. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o nível ideal da taxa de umidade para o organismo humano é de 40% e 70%. Como em alguns dias Uberlândia poderá ter esta taxa abaixo dos 30%, o geógrafo da UFU registra o alerta.

“A umidade vai variar de 40% a 70% neste Outono, podendo chegar, em alguns dias, a um patamar abaixo de 30%. É uma condição típica de deserto, com clima muito seco. Por isso, os cuidados devem ser aumentados, com as pessoas colocando umidificadores nos ambientes residenciais, bacias de água ou toalhas molhadas para reduzir os problemas”, disse Willian Borges.

Outro alerta que o geógrafo faz é quanto ao indicador de calor, que, durante o Outono, pode aumentar em alguns momentos. “Quanto tiver temperaturas mais altas e umidade menor, o indicador de calor será maior. É como a sensação térmica. Podem ter dias em que as pessoas vão sentir mais calor, como se tivessem com temperaturas de 37 °C e 38° C”, pontuou.
 


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »