15/03/2021 às 18h35min - Atualizada em 15/03/2021 às 18h35min

Jornalismo uberlandense perde expoentes

Jornalista Alberto Augusto de Oliveira morreu nesta segunda (15); radialista Silva Dantas faleceu na última sexta (12)

DA REDAÇÃO
Morreu na manhã desta segunda-feira (15), aos 92 anos, o jornalista Alberto Augusto de Oliveira. Um dos expoentes do jornalismo uberlandense, o fundador do jornal O Triângulo faleceu por complicações decorrentes da Covid-19. Ele deixa esposa, duas filhas, seis netos e quatro bisnetos.

Também emérito Maçom da Luz e Caridade, Alberto Oliveira foi internado no mês de outubro do ano passado por problemas respiratórios em decorrência do coronavírus e, logo em seguida, teve um AVC. Ele continuou hospitalizado até esta segunda-feira, pela manhã, se tratando de infecções que surgiram ao longo do tempo, quando veio a óbito devido a uma parada cardiorrespiratória. Não foi informado sobre cortejo fúnebre e sepultamento.

OUTRA PERDA
Na última sexta-feira (12), o jornalismo local também perdeu o radialista Sebastião Silva Santas, 75 anos. Ele era um dos últimos integrantes da chamada “Velha Guarda” do rádio AM uberlandense.  

Silva Dantas, como era conhecido, estava doente desde o ano passado. Ele se encontrava internado numa casa de repouso em Uberlândia e, poucos dias antes de sua morte, sofreu um AVC. Morreu na UAI do bairro Planalto. O radialista deixou três filhos.

Silva Dantas começou a carreira no rádio, na década de 1960, como operador de áudio na Rádio Cultura AM. Em junho de 1969, passou para a Super Rádio Cultura, onde permaneceu por muitos anos. Na década de 1980, incentivado pela direção da rádio, virou locutor e se tornou conhecido por apresentar o programa “O Globo no Ar” e o noticiário radiofônico de hora em hora.

Como locutor, o radialista fez parte da equipe da Rádio Globo Cultura. Em meados da década de 1980, saiu da emissora e foi para a Rádio Difusora. Em 1994, quando a Rádio Cultura passou a integrar o sistema Rádio Globo Cultura, integrou a equipe de Jornalismo da mesma, permanecendo até 1997. Trabalhou também como assessor parlamentar em gabinetes de vereadores na Câmara Municipal de Uberlândia.



 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »