22/02/2021 às 14h30min - Atualizada em 22/02/2021 às 14h30min

Inflação em Uberlândia é de 0,27% em janeiro, aponta Índice de Preços

Taxa é inferior à registrada em dezembro de 2020; gasto da cesta básica aumentou 3,32% no mês

DA REDAÇÃO
Combustíveis foram os que mais influenciaram o aumento dos preços verificado no grupo Transporte I Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O Centro de Estudo, Pesquisas e Projetos Econômico-Sociais da Universidade Federal de Uberlândia (CEPES/UFU) divulgou, na última quinta-feira (18), os boletins do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e da Cesta Básica de Alimentos (CBA) referentes ao mês de janeiro de 2021. Vinculado ao Instituto de Economia e Relações Internacionais (Ieri/UFU), o centro apontou que, no primeiro mês do ano, o IPC apresentou aumento de 0,27%, uma taxa inferior à registrada em dezembro de 2020, que foi de 1,20%.

Ainda de acordo com o levantamento, a variação acumulada em 12 meses foi de 5,04%. Os dados foram divulgados em um webnário, apresentado por Pedro Henrique Martins Prado, um dos pesquisadores da equipe do CEPES.

Para o cálculo do índice do mês, foram comparados os preços coletados no período de 4 de janeiro a 29 de janeiro. Os 235 subitens que compõem a estrutura da cesta de consumo do IPC são coletados mensalmente em mais de 500 estabelecimentos de Uberlândia.

Com variações positivas na comparação com dezembro de 2020, o Grupo 1 (Alimentação e Bebidas) foi o que obteve variação maior, com 1,24%. O destaque foi para os Tubérculos, Raízes e Legumes, com 12,44%, e as frutas, com 5,36% de variação. Já o Grupo 5 (Transporte) subiu 0,91%, tendo o item Combustíveis (Veículos) influenciado mais significativamente para a variação, com 2,46%.

Por sua vez, o Grupo 7 (Despesas Pessoais) variou 0,58%. Os itens Fumo e Serviços Pessoais foram os que mais contribuíram para a aceleração nos preços do grupo.

Em virtude da pandemia causada pela Covid-19, desde o dia 19 de março de 2020, o CEPES suspendeu, parcialmente, a coleta presencial de preços nos locais de compra. A partir daquela data, a pesquisa mensal de preços passou a ser realizada por outros meios, como coleta por telefone e sites de internet.

CESTA BÁSICA
Apresentando um valor superior ao registrado em dezembro de 2020 (R$ 547,36), o gasto mensal da Cesta Básica de Alimentos de Uberlândia em janeiro de 2021 foi de R$ 565,55, marcando um aumento de 3,32% no mês de referência. Dos produtos que compõem a cesta básica de Uberlândia, houve alta nos preços em 10 itens.

Os destaques foram, respectivamente: batata (20,70%); açúcar (10,97%) e banana (9,42%). Os três produtos que apresentaram redução nos preços em janeiro de 2021 foram: óleo (-2,27%), leite (-2,09%) e farinha de trigo (-0,45%). Já a carne apresentou a maior participação relativa no total do gasto mensal da CBA, sendo que, neste mês, o percentual foi de 39,12%.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »