21/02/2021 às 08h00min - Atualizada em 21/02/2021 às 08h00min

Escolas públicas recebem melhoria na iluminação

Projeto da Cemig vai modernizar 56 instituições de ensino em Uberlândia

IGOR MARTINS
Escola Estadual Afonso Arinos já recebeu melhorias I Foto: Cemig/Divulgação
Durante as próximas semanas, cerca de 56 escolas públicas de Uberlândia receberão melhorias de iluminação. O benefício, que contempla instituições de ensino estaduais e municipais, faz parte do Projeto Cemig nas Escolas e tem como objetivo modernizar e realizar a substituição de lâmpadas ineficientes por lâmpadas de LED.
 
No total, 12 escolas estaduais receberão a nova iluminação até o fim de fevereiro. Nos próximos meses, outras 38 escolas do município recebem o benefício. De acordo com o coordenador do projeto, Neander Lima, as novas lâmpadas de LED têm durabilidade superior e diminuem os custos de manutenção das escolas.
 
“Antes dessa iniciativa, as instituições faziam trocas constantes de reatores e das lâmpadas. A substituição das lâmpadas elimina essa necessidade. Além disso, a nova iluminação vai dar mais conforto aos alunos e professores quando as escolas retornarem com as atividades presenciais após a pandemia da Covid-19”, explicou.
 
Em conversa com o Diário, Neander Lima afirmou que as lâmpadas de LED costumam durar até três vezes mais do que as lâmpadas incandescentes ou florescentes antigas. O coordenador disse que o consumo de uma lâmpada antiga gira em torno de 40 watts-hora, enquanto as de LED gastam aproximadamente 18 watts-hora.
 
Ainda de acordo com Lima, a cor da lâmpada de LED contribuiu para um ambiente mais confortável para alunos e professores. “Através de pesquisas, fica comprovado que a cor branca é mais neutra e mais interessante para os alunos. As luzes mais azuladas exigem mais atenção para um curto momento. Se deixarmos elas nas escolas, pode gerar cansaço. Já as luzes mais puxadas para o laranja, deixa o ambiente confortável até demais, o que pode levar a pessoa a sentir mais sono”, explicou.
 
SUSTENTABILIDADE
O Projeto Cemig nas Escolas descarta todas as lâmpadas ineficientes de modo seguro e de acordo com as melhores práticas ambientais. Segundo Neander Lima, tais práticas visam incentivar a sustentabilidade no ambiente escolar e propiciar uma sala de aula mais confortável e adequada para o desenvolvimento dos alunos e trabalho dos profissionais da educação.
 
Os investimentos da Cemig em escolas devem alcançar, no quinquênio 2018-2022, aproximadamente R$ 44 milhões, considerando a modernização da iluminação de todas as escolas estaduais dentro da área de concessão da Cemig. Ao todo, são 3.398 escolas.
 
O Programa de Eficiência Energética (PEE) da Cemig, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), é responsável por aplicar, conforme legislação, o percentual estabelecido da receita operacional da companhia em ações que promovem o uso racional da energia elétrica e a redução do desperdício desse recurso com foco na sustentabilidade.
 
Confira abaixo as escolas estaduais que já receberam modernização na iluminação:
 
EE AMADOR NAVES

EE CLARIMUNDO CARNEIRO

EE DO BAIRRO JARDIM DAS PALMEIRAS

EE DO PARQUE SÃO JORGE

EE FELISBERTO ALVES CARREJO

EE HORTÊNCIO DINIZ

EE JARDIM IPANEMA

EE JOAQUIM SARAIVA

EE MARIA DA CONCEIÇÃO BARBOSA DE SOUZA

EE PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK

EE PRESIDENTE TANCREDO NEVES

EE PROFESSOR INÁCIO CASTILHO
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »