11/02/2021 às 16h43min - Atualizada em 11/02/2021 às 16h43min

Três vetos do prefeito a projetos de lei são mantidos na Câmara Municipal

Proposições abordavam transporte escolar em vans, desmembramento de lotes e implantação de "Velório Virtual"

FERNANDO NATÁLIO
Vereadores votam vetos do prefeito em sessão da Câmara I Foto: Aline Rezende/CMU
Três vetos totais do prefeito Odelmo Leão a projetos de lei apresentados em 2020 foram mantidos em votações realizadas na sessão ordinária desta quinta-feira (11), na Câmara Municipal de Uberlândia. 

O veto que teve maior quantidade de votos para derrubada foi referente ao Projeto de Lei Complementar que autoriza o Poder Executivo Municipal a promover o desmembramento de lotes. O prefeito alegou que a matéria era inconstitucional.

Foram oito votos pela derrubada do veto, mesmo com o autor da proposição, vereador Antônio Carrijo (PSDB), tendo manifestado posicionamento favorável à manutenção do veto, já que, segundo ele, a secretária municipal de Planejamento Urbano, Roberta Paula de Braga Nogueira, sinalizou ao parlamentar que o Executivo poderá apresentar esta matéria posteriormente, tornando-a, assim, constitucional. Apesar dos oito votos pela derrubada, 16 vereadores votaram favoráveis ao veto, mantendo-o. Foram registradas também duas ausências.

Outro veto do Executivo Municipal que foi mantido refere-se ao projeto de lei que propunha, temporariamente, não ter a exigência de padronização visual do serviço de transporte coletivo escolar. O autor desta matéria, protocolada no ano passado, foi o então vereador Heliomar Bozó (PSD). O veto total foi mantido por 18 votos favoráveis. Foram registrados quatro votos contrários e tiveram três ausências.

Assim como fez na votação do veto do projeto que autoriza o Poder Executivo Municipal a promover o desmembramento de lotes, o vereador Fabão (Pros) votou pela derrubada do veto e criticou a postura de colegas, dizendo ser constrangedor a maioria dos vereadores optar pela sua manutenção em várias votações.

Ainda na sessão desta quinta-feira, um terceiro veto do prefeito a uma proposição do Legislativo foi mantido. Dessa vez, o projeto dispunha sobre a implantação do "Velório Virtual" no Município de Uberlândia para os prestadores de serviço funerário no período da pandemia do Covid-19. O veto total foi mantido por 22 votos favoráveis. Foram dois votos contrários e duas ausências.
 
BOMBEIROS
A sessão ordinária realizada na Câmara Municipal, nesta quinta-feira (11), também teve a visita do Tenente-coronel BM, comandante do 5º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), Leonardo Teixeira Leão.

O objetivo principal da presença do comandante foi a apresentação do projeto do Centro de Treinamento (Pelotão Oeste). Leonardo Teixeira Leão afirmou que a região oeste, além de mais distante para atendimento, é mais carente que a zona leste da cidade. Por isso, eles precisam estar estrategicamente posicionados para quando houver uma ocorrência atende-la em tempo hábil.

“Pretendemos instalar o Pelotão Oeste e Centro de Treinamento em uma área de quase 100 mil metros quadrados. Uma área abandonada onde está instalado de forma bem precária um pelotão. A nossa prioridade hoje é a segurança. A nossa intenção é retomar o projeto original para nos aproximarmos ainda mais da população. Melhorar o nosso atendimento em um espaço apropriado, tanto para treinamentos quanto para a prática de projetos sociais”, disse.
 
 
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »