20/01/2021 às 08h05min - Atualizada em 20/01/2021 às 08h05min

Dmae inicia ações de revitalização do Córrego Lagoinha

Medição da profundidade já começou a ser feita na Lagoa do Parque Santa Luzia e deve ser concluída nesta semana

DA REDAÇÃO
Batimetria da Lagoa do Parque Santa Luzia identificará pontos mais rasos da represa | Foto: Divulgação/Dmae
Com o objetivo de fazer a recuperação dos córregos do perímetro urbano de Uberlândia, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) começou a fazer a medição da profundidade (batimetria) da Lagoa do Parque Santa Luzia, prevista para ser concluída nesta semana. Em seguida, será iniciado o levantamento topográfico de uma extensão aproximada de sete quilômetros do córrego Lagoinha, que abrange da proximidade da BR-365 até a avenida Nicomedes Alves dos Santos. A iniciativa integra as ações do programa “Buriti Cidade”.

Segundo a diretora de planejamento do Dmae Angélica Spirandelli, a batimetria vai possibilitar reconhecer os pontos mais rasos da represa, indicando onde há maior concentração de sedimentos e em quais locais deverá ser feito a remoção dos mesmos. “Com isso, temos condições de avaliar o volume de sedimentos para as ações de dragagem”, explicou.

Já o levantamento topográfico consiste em estabelecer o perfil da extensão do córrego, incluindo todas variações do relevo por onde passa o curso hídrico. Este levantamento vai oferecer um detalhamento maior do projeto de revitalização do córrego.

O programa “Buriti Cidade” visa recuperar, proteger, preservar e monitorar os córregos do perímetro urbano de Uberlândia.




 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »