08/01/2021 às 12h08min - Atualizada em 08/01/2021 às 12h08min

Campanha Janeiro Branco foca na saúde mental durante a pandemia

Neste ano, projeto busca conscientizar as pessoas sobre os efeitos colaterais da pandemia e a importância de cuidar da saúde psicológica

BRUNA MERLIN
O ano de 2021 começou e a 8ª edição da Campanha Janeiro Branco, idealizada e criada em Uberlândia, já está a todo vapor para conscientizar a população sobre a importância da saúde mental. Desta vez, as ações estão focadas nos efeitos colaterais causados pela pandemia do novo coronavírus e nos cuidados que devem ser tomados para combater esses problemas.

Segundo o psicólogo e idealizador da campanha, Leonardo Abrahão, muitas pessoas tiveram um ano difícil, que acarretou em consequências para a saúde mental. Em razão disso, o Janeiro Branco deste ano busca mobilizar a sociedade em prol de um grande pacto pelos cuidados psicológicos.

“É uma oportunidade para que as pessoas olhem com mais atenção para a saúde psicológica. Nosso objetivo é que todos façam sua parte para defender sua saúde mental e também de outras pessoas do convívio. Que a partir de agora, isso seja feito diariamente, em casa, no trabalho e em qualquer lugar”, destacou.

Ainda conforme Leonardo, estudos apontam que a pandemia trouxe o agravamento de diversos transtornos psicológicos como ansiedade, depressão, compulsividades e outros. Além disso, também houve registro no aumento de suicídios, violência doméstica e abusos sexuais.

“Houve uma piora em todos os problemas que já estavam presentes na vida das pessoas. Isso ressalta a importância da procura por um acompanhamento clínico, da busca por uma vida mais saudável e de olhar a saúde mental com mais atenção”, ressaltou o psicológico.

Por fim, Leonardo afirmou que a Campanha Janeiro Branco deste ano visa cobrar mais políticas públicas e privadas para que a rede de atenção psicossocial seja aprimorada e que atenda toda a população necessitada. “As pessoas precisam desse suporte psicológico. É necessário que tenham mais investimentos na saúde pública para que sejam oferecidos bons atendimentos psicológicos”, finalizou.
 
Comportamentos terapêuticos que podem melhorar a saúde mental:

 
  • Investir em autoconhecimento
  • Investir em autonomia existencial
  • Procurar técnicas terapêuticas como meditação, mindfulness e arteterapia
  • Investir em vínculos sociais profundos e significativos
  • Enriquecer os próprios conhecimentos com práticas culturais e atividades criativas
  • Cultivar uma espiritualidade saudável e harmônica
  • Respeitar orientações científicas relacionadas à qualidade de vida
  • Praticar exercícios físicos
  • Manter relacionamentos ecológicos, visitar parques e ambiente naturais, conviver com animais e respirar ar puro
  • Investir em sentidos existenciais, sociais, profissionais autênticos e próprios
 
ATENÇÃO!
Caso você esteja passando por algum problema ou tenha sintomas de transtornos psicológicos, não enfrente isso sozinho e procure ajuda.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »