03/01/2021 às 09h53min - Atualizada em 03/01/2021 às 09h53min

Pandemia aumenta procura por aluguel de ranchos em Uberlândia

Proprietários relatam crescimento acima de 100% na demanda pelos locais

DHIEGO BORGES
Rancho Paraíso comporta eventos familiares para até 10 pessoas | Foto: Arquivo Pessoal
O hábito de tirar uma folga no fim de semana com a família ou com os amigos fora do ambiente urbano ganhou mais força em 2020. Empresários e donos de chácaras e ranchos próximos de Uberlândia relatam um crescimento acima de 100% na procura por aluguéis após o início da pandemia. 

O economista Cláudio Peixoto, de 54 anos, mantém uma propriedade há seis anos. O local, intitulado de Rancho Paraíso, fica a 26 quilômetros de Uberlândia, próximo à represa de Miranda, e antes era utilizado apenas para eventos da família. Com a crise de 2017, o proprietário decidiu abrir agendas para o aluguel do rancho, mas disse que nunca sentiu tanta procura como neste ano. 

“Cresceu uns 200% ou mais, hoje mesmo eu recebi umas oito ligações. Por conta da pandemia e das restrições, as pessoas acabam querendo se reunir em família. No nosso caso, não alugamos para festas ou reuniões, apenas para eventos familiares”, destacou Cláudio. 

O aluguel do local é limitado para a ocupação de no máximo 10 pessoas. A locação para três dias gira em torno de R$ 2 mil. O valor, segundo o proprietário, foi mantido durante a pandemia e a procura superou as expectativas.

Para Cláudio, o turismo nesta área poderia ser mais incentivado e falta estrutura. “Uberlândia precisa de mais incentivo para a parte de hotelaria e pousadas. Nossa infraestrutura lá [no rancho] é muito precária, falta a coleta de lixo, transporte, acho que é muito falho ainda”, disse.


Quem também viu a procura aumentar foi o empresário Ignar José Carlos, de 75 anos, que é dono do rancho D'Gallus. O local fica a 48 quilômetros de Uberlândia, também próximo à represa de Miranda. Segundo ele, nunca houve tanta demanda como após a pandemia. “Antes, eu alugava somente para alguns amigos e quando começou a pandemia intensificou muito, em torno de 100% podemos dizer. Passei a alugar inclusive para pessoas de outras regiões, fora de Uberlândia, que passaram a procurar”, contou. 

O aluguel do local, que está sendo limitado entre 10 e 12 pessoas, gira entre R$ 500 e R$ 2.500,00 dependendo da quantidade de pessoas. Segundo o proprietário, a procura para os eventos de fim de ano também foi grande e o local já está reservado para o Réveillon. 


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »