30/12/2020 às 15h09min - Atualizada em 30/12/2020 às 15h09min

Aprovada a criação da Secretaria de Agronegócio, Economia e Inovação

Proposta enviada pelo Executivo ainda delegou à Cultura a gestão do Turismo; Abatenio Marquez é especulado para assumir a pasta

SÍLVIO AZEVEDO

A proposta da criação da “superpasta” apresentada pelo Executivo foi aprovado em duas discussões na sessão extraordinária realizada na Câmara Municipal de Uberlândia nesta quarta-feira (30).

O projeto aprovado faz a junção das secretarias de Agropecuária, Abastecimento e Distritos com a de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, formando a Secretaria Municipal de Agronegócio, Economia e Inovação, sendo o Turismo incorporado à pasta da Cultura. A união gerará uma economia mensal de R$ 500, segundo o projeto.

A sessão começou com uma questão de ordem levantada pelo vereador Prof. Edilson (PCdoB), questionando o prazo regimental para A realização da sessão, pois a convocação oficial foi feita após as 13h desta terça (29), prazo máximo conforme consta no Regimento Interno. Com isso, a sessão ficou suspensa até que a situação fosse resolvida, com os vereadores concordando pela continuidade dos trabalhos, com a manutenção do veto do Executivo em dois projetos aprovados pela Casa. Em seguida, deu-se a leitura da proposta de unificação das pastas municipais, que foi aprovada em primeira discussão por 21 votos a favor, três abstenções e duas ausências.

Um dos questionamentos feitos pelos vereadores Prof. Edilson e Delfino Rodrigues (Sem Partido) foi o fato de os vereadores terem recebido o projeto, que tem cerca de 180 páginas, apenas no final da tarde desta terça.

Segundo o líder do Executivo na Câmara, Antônio Carrijo (PSDB), a proposta é importante, pois une o agronegócio com a indústria, comércio e o prestador de serviços. “Com a proposta, o Governo cria uma ligação entre esses setores. Hoje, o país gira em torno do agronegócio e é importante que ele converse com a indústria. Não terá prejuízo nenhum o remanejamento da Secretaria de Agricultura para a de Desenvolvimento Econômico e Inovação”.

O último projeto deliberado, discutido e aprovado em primeira discussão nesta quarta foi o que regulamenta as férias dos vereadores. Logo após o encerramento das votações, foi convocada outra extraordinária, em que os projetos foram aprovados em segunda discussão. Agora, eles precisam ser publicados no O Legislativo para que o Município sancione a criação da pasta da Agronegócio, Economia e Inovação.

A expectativa é para saber quem será nomeado titular da pasta. Nos corredores da Câmara falava-se no nome do ex-procurador do Município e ex-superintendente do Procon Abatenio Marquez que assumiria a “superpasta”. Porém, Carrijo informou que essa definição fica por conta do Executivo.

“O escolhido com certeza será um homem de confiança do Governo. O Abatenio tem competência para isso, foi procurador e tem essa confiança. Se for ele o escolhido pode ter certeza que a secretaria estará bem representada”.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura para saber se Abatenio já teria sido confirmado, porém foi informado que o nome será divulgado posteriormente, após a sanção da lei.


VEJA TAMBÉM:

Réveillon altera o funcionamento de serviços municipais


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »