19/12/2020 às 08h23min - Atualizada em 19/12/2020 às 08h23min

Dentil/Praia Clube perde em casa para o Itambé/Minas

Praianas foram derrotadas por 3 sets a 0; Azulim/Gabarito/Uberlândia venceu pela Superliga Masculina

DA REDAÇÃO

O Dentil/Praia Clube foi derrotado em casa para o Itambé/Minas, na noite desta sexta-feira (18), em confronto válido pela Superliga Feminina de Vôlei. A equipe de Belo Horizonte conseguiu vencer o time uberlandense por 3 sets a 0 (parciais de 19/25, 21/25 e 17/25) e se distanciou na primeira colocação do campeonato.

Com a vitória, o líder Itambé/Minas tem agora 27 pontos, três a mais do que o Osasco/São Cristóvão Saúde (SP), que enfrenta o São Caetano (SP) neste sábado (19). O Dentil/Praia Clube aparece em terceiro, com 22 pontos e uma partida a menos.

As duas equipes voltam a jogar na próxima terça-feira (22), pela 11ª rodada do turno. Às 19h, o Dentil/Praia Clube enfrenta o Sesc RJ Flamengo (RJ) no ginásio Hélio Mauricio, no Rio de Janeiro (RJ), com transmissão do SporTV 2. Em BH, o Itambé/Minas recebe o Brasília Vôlei (DF) às 21h30. O pay-per-view do Canal Vôlei Brasil transmite esta partida com exclusividade.

VITÓRIA NO MASCULINO
O Azulim/Gabarito/Uberlândia recebeu o Vôlei UM Itapetininga (SP) na noite desta sexta-feira (18) e superou o time paulista por 3 sets a 0 pela Superliga Banco do Brasil masculina de vôlei 2020/21. No ginásio Sabiazinho, em Uberlândia, a equipe dirigida pelo técnico Manoel Honorato fez 25/21, 23/25, 25/18 e 25/21 e somou mais três pontos na tabela – passando para a quinta posição na classificação.

O oposto Daniel Bala teve atuação destacada e foi eleito, pela comissão técnica do seu time, o melhor em quadra. Após ser premiado com o Troféu Vivavôlei, o jovem jogador deu destaque ao bom desempenho do grupo mineiro. “Foi uma partida muito equilibrada, com os dois times com muita vontade. Hoje tivemos a oportunidade de voltar a contar com algus atletas que estavam afastados e deu tudo certo para o nosso time”, comentou.

O oposto ainda falou sobre o crescimento do Azulim/Gabarito/Uberlândia ao longo da partida. “Fomos ajustando com o levantador e com o time durante o jogo, geramos contra-ataque e colocamos o time deles em pressão o tempo inteiro”, analisou Daniel.



VEJA TAMBÉM:

Piloto de Uberlândia fica em 3º no Brasileiro de Kart



 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »