08/12/2020 às 09h22min - Atualizada em 08/12/2020 às 09h22min

Tatuador é assassinado a tiros no bairro São Jorge

Crime foi registrado na noite desta segunda-feira (7) em Uberlândia; PM acredita que crime foi motivado por dívidas com drogas

DA REDAÇÃO
Um tatuador, de 26 anos, foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira (7) no bairro São Jorge em Uberlândia. Dois suspeitos foram identificados e a Polícia Militar (PM) acredita que a motivação do crime esteja relacionada a dívidas com drogas.

A ocorrência foi registrada por volta das 22h. Os policiais receberam denúncias de testemunhas que relataram terem ouvido disparos de arma de fogo em uma residência localizada na Serra dos Encantados. Ao verificarem a situação, os militares encontraram os portões da casa abertos e a vítima caída na garagem já sem os sinais vitais. O corpo da vítima foi retirado do local e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Um perito da Polícia Civil foi acionado e ele constatou sete perfurações de disparos no portão da casa. Não foi possível saber quantos tiros atingiram o jovem, mas o perito constatou que ele tinha ferimentos somente na região da cabeça.

SUSPEITOS 
Instantes depois, os PMs receberam outro chamado informando que dois indivíduos estavam pulando muros de residências nas proximidades de onde o crime aconteceu. Após rastreamentos, os militares abordaram um adolescente, que não teve a idade informada.

O menor informou aos policiais que estava na casa da vítima com outras duas pessoas. Disse ainda que fugiu porque está envolvido em um homicídio cometido na cidade de Araguari e que está recebendo ameaças de morte. Ele não soube informar para onde foram os outros dois indivíduos que estavam na residência. 

O adolescente contou também que, antes do crime, quatro indivíduos em um carro chegaram ao imóvel e chamaram pelo tatuador. Em seguida, após conversar com o jovem, eles foram embora, mas voltaram minutos depois e atiraram contra a vítima. 

Após rastreamentos, as autoridades identificaram dois suspeitos que estavam no veículo, sendo um de 25 anos e o outro de 39 anos. Foi constatado ainda que o tatuador era usuário de drogas e que provavelmente estava devendo dinheiro a um traficante.

Os militares foram até a casa dos suspeitos identificados, mas eles não foram encontrados. Rastreamentos seguem sendo feitos a fim de localizá-los. O adolescente abordado foi liberado. 



 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »