01/12/2020 às 08h00min - Atualizada em 01/12/2020 às 08h00min

Dentil/Praia Clube terá dura sequência na Superliga

Praianas encaram times de cima da tabela nas próximas rodadas

DA REDAÇÃO
Time uberlandense lidera a competição e ainda não perdeu nenhum set | Foto: Ascom/Praia Clube

Com seis vitórias em seis partidas disputadas pela Superliga Feminina de Vôlei, o Dentil/Praia Clube se prepara para uma dura sequência na competição. Nas próximas cinco rodadas, a equipe uberlandense encara adversários que estão na parte de cima da tabela, incluindo o São Paulo/Barueri, Osasco, Sesi Vôlei Bauru, Itambé/Minas e o SESC RJ/Flamengo.

O primeiro adversário da sequência praiana é o São Paulo/Barueri, que está na 6ª colocação do torneio nacional, com 7 pontos em cinco jogos. A partida acontece nesta terça (1º), às 19h, no Ginásio José Corrêa, em Barueri (SP). O confronto terá transmissão ao vivo dos canais SporTV.

O treinador Paulo Coco projetou os próximos confrontos do Praia pela competição e não espera facilidade diante das paulistas. Segundo ele, o rival desta terça possui um elenco com potencial muito grande e deve dar trabalho para as praianas.

“O São Paulo é uma equipe com grande potencial, e talvez lá estejam reunidas as principais jogadoras jovens. Elas têm duas opostas canhotas com características diferentes, que são a Lorrayne e a Kisy, uma levantadora promissora e duas grandes centrais. Precisamos jogar com um equilíbrio muito grande, porque se não vamos ter dificuldade”, disse o técnico.

Ainda na visão do comandante, a boa preparação para a sequência contra as próximas equipes do campeonato é fundamental para que o Dentil/Praia Clube avance aos playoffs com a vantagem de ter a melhor campanha. De acordo com o treinador, mais importante do que pensar nos adversários é corrigir os erros da equipe uberlandense.

“Cada equipe tem suas características. A gente pensa muito mais no nosso jogo, e independente se o adversário está brigando no topo da tabela, precisamos pensar em melhorar a nossa equipe. A cada treinamento a gente precisa evoluir. Isso é o que eu chamo de treinamento homeopático, agregar um pouco mais a cada vez que a gente entrar na quadra. A competição vai ficando mais difícil, mas a gente precisa disso, a equipe precisa ser testada e nós precisamos buscar soluções”, analisou Coco.
 
“SANGUE NO OLHO”
Eleita a melhor jogadora em quadra no último confronto do Praia Clube, contra o Fluminense (RJ), Fernanda Garay falou sobre a evolução da equipe e o desempenho dentro de quadra até o momento na Superliga Feminina. Segundo ela, o elenco praiano precisa pensar jogo a jogo se quiser garantir a liderança no campeonato ao fim da primeira fase.

“A preparação agora muda porque ela precisa ser muito boa. Quanto mais qualidade o nosso adversário tem, mais é importante a nossa performance. Os erros passam a contar mais, o ponto, o saque. A gente não entra em nenhuma partida se preparando diferente, mas sabemos que quando o bicho pega, a preparação é diferente e a gente vem com mais ‘sangue nos olhos’”, disse a jogadora.
 
SERVIÇO
O QUE: 7ª rodada da Superliga Feminina
QUEM: São Paulo/Barueri x Dentil/Praia Clube
QUANDO: terça (1º), às 19h
ONDE: Ginásio José Corrêa, em Barueri
TRANSMISSÃO AO VIVO NO SPORTV


VEJA TAMBÉM:

Treinador fala sobre o início de temporada do Uberlândia


 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »