27/11/2020 às 09h42min - Atualizada em 27/11/2020 às 09h42min

Beber água da torneira em casa? Saiba os perigos de não usar um Purificador de água

PUBLIEDITORIAL
Foto: Freepik Premium

Apesar de não ser uma atitude correta, muitas pessoas ainda bebem água da torneira. Porém, ainda que essa água receba o devido tratamento na maioria das regiões, e que se torne, de certa forma, própria para ser consumida, a sua ingestão pode causar muitos problemas para a saúde.

Afinal de contas, ela deve ser submetida a um tratamento extra, para ficar realmente pura e livre de impurezas.

Sendo assim, ainda que ela não cause um mal imediato para a sua saúde, com o passar do tempo, ela tende a se tornar sim algo muito perigoso e prejudicial, mesmo que as cidades obedeçam às normas e diretrizes da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Perigos com água da torneira
Para que possamos consumir a água, ela deve ser a mais pura possível. Durante o tratamento nas centrais de abastecimento, são usados desinfetantes na água, como é o caso do cloro, por exemplo, para que seja possível matar os germes presentes na mesma.

Porém, a água da torneira pode acabar contendo resíduos desses produtos. E é por isso que ela tem alto potencial de causar problemas para a saúde.

Como se não bastasse, tanques de água que já se encontram corroídos, canos subterrâneos, tudo isso pode impactar na qualidade da água da torneira também.

Portanto, ainda que pareça ser uma água pura, a água da torneira tem chances de conter vírus, que aparecem na água que fica exposta pelo meio ambiente, pelos sistemas ineficientes e inadequados tanto de armazenamento, quanto de encanamento.

Como se não bastasse, há também o risco de contaminação da água por metais pesados, que podem acabar penetrando na água pelos canos da sua própria casa, ou até através de outras fontes de contaminação, como é o caso dos rios poluídos, por exemplo.

Uma dica é ficar de olho na água turva. Afinal, ela tende a apresentar muitos elementos prejudiciais para a sua saúde, como é o caso de vírus causadores de hepatites, disenteria, diarreia, verminoses, febre tifoide e cólicas estomacais, por exemplo.

A importância do purificador de água
Como medida para evitar contaminação de pessoas pelo consumo de água da torneira, a melhor dica é usar um purificador de água.

Ainda que as companhias de abastecimento público façam todo o trabalho para que a água fique a mais pura possível, até chegar em nossas casas, ainda podemos encontrar impurezas, que se agregam à água durante o percurso até as residências.

Nesse contexto, podemos dizer que o purificador de água é o equipamento ideal para entregar a você e à sua família uma água realmente pura, e própria para o consumo. Afinal de contas, o processo de purificação passa por 3 diferentes etapas. São elas:

1 – Filtragem: nesta etapa, são retiradas as partículas pequenas de impurezas da água. É o caso, por exemplo, de barro, de areia e ferrugem, provenientes do encanamento em condições ruins de conservação.

2 – Esterilização: consiste em uma das etapas mais importantes do processo. Afinal, é nesse momento que os fungos, os vírus, os micróbios e as bactérias são retirados da água.

3 – Adsorção: nessa última etapa, retira-se o cloro da água, que precisou ser adicionado para a eliminar os germes. Além disso, também são retirados demais compostos químicos, os quais acabam contaminando a água por acaso.

Além de tudo isso, o purificador de água também traz muito mais praticidade para o seu dia a dia. Pois alguns modelos também contam com a função de refrigeração. Dessa forma, não será mais preciso colocar garrafas de água na geladeira, pois você terá água fresca sempre que desejar. Na Melhor Mania falamos do melhor purificador de água de 2020 (https://melhormania.com.br/melhor-purificador-de-agua/).

Enfim, para garantir a saúde da sua família, a melhor opção é investir em um purificador de água. Afinal de contas, ele tem a capacidade de entregar a água pura de verdade, evitando qualquer possibilidade de contaminação e problema de saúde que a água contaminada pode causar.

*Esta publicação é de responsabilidade do anunciante e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »