26/11/2020 às 15h43min - Atualizada em 26/11/2020 às 15h43min

Campanha ‘Papai Noel dos Correios’ será digital em 2020

Devido à pandemia da Covid-19, processo de entrega e escolha de cartas será feito por meio do site

SÍLVIO AZEVEDO

Acostumada a fazer a alegria de milhões de crianças em todo o país, a campanha Papai Noel dos Correios teve que ser adaptada esse ano por causa da pandemia da Covid-19. Ao invés de buscar as cartinhas em algum centro de distribuição, as pessoas encontrarão os pedidos no blog da campanha, pelo www.blognoel.correios.com.br.
 
Até mesmo o envio das cartinhas ao Papai Noel de crianças com idade até 10 anos em situação de vulnerabilidade social deve ser digital. Após ser manuscrita, deve ser digitalizada ou fotografada e enviada para o blog.
 
As correspondências, que atenderem aos critérios estabelecidos pelo projeto para adoção, estarão publicadas no Blog da campanha. Os alunos da rede pública até o 5º ano do ensino fundamental e por crianças acolhidas em creches, abrigos e núcleos socioeducativos também podem encaminhar as suas cartinhas.
 
Segundo a gerente de atendimento da região de Uberlândia, Vanessa Cristina de Deus, como é a primeira vez que o sistema virtual é adotado, fica difícil prever quantas cartas serão entregues. “Para esse ano, não temos expectativa, pois o processo mudou e com isso não conseguimos estimativa de quantas vão chegar. À medida que elas forem sendo colocadas no site, vamos disponibilizando”.
 
Segundo Vanessa, em 2019 foram recolhidas 3,3 mil cartinhas sendo que todos os presentes foram entregues. “Ao longo de 30 anos de campanha já foram mais de seis milhões de cartas contempladas. A gente está focando nos números da campanha até o ano passado, porque esse ano é um novo ciclo e não sabemos se o número de cartas será maior ou menor, assim como a quantidade de apadrinhamentos”.
 
O prazo final de entrega das cartinhas é dia 4 de dezembro e os voluntários que quiserem adotar alguma deverão se cadastrar no site da campanha e escolher o presente, com a entrega em local sugerido até o dia 11 de dezembro.
 
“A entrega nas agências foi descentralizada, no blog dos Correios a pessoa encontra quais agências em que ela pode entregar o presente. Em Uberlândia são seis agências (veja a lista no final da matéria) que receberão os presentes até 11 de dezembro”, informou Vanessa.
 
A novidade do modelo virtual, na visão de Vanessa, tornou o processo mais simples para quem quer apadrinhar uma cartinha, já que não é necessário ir até uma agência dos Correios para escolher uma carta.
 
“Ainda que tenhamos tido o advento da pandemia, na nossa análise vai até facilitar, porque as crianças têm mais acessos, podendo entregar a cartinha virtualmente, sem precisar se dirigir a um ponto. Da mesma maneira, os padrinhos e madrinhas, que também não precisarão se dirigir a um ponto de adoção para escolher as cartas. Terá um deslocamento só, que é levar o presente no local de entrega”.
 
A expectativa dos Correios é entregar todos os presentes em todo o Brasil até o dia 18 de dezembro.
 
Locais de entrega dos presentes em Uberlândia

  • Agência Aparecida – Av. Floriano Peixoto, 2095, bairro Aparecida

  • Agência Brasil – Av. Floriano Peixoto, 3232, bairro Brasil

  • Agência Centro – Av. Getúlio Vargas, 299 – Centro

  • Agência Martins – Rua Rivalino Pereira, 846, bairro Martins

  • Agência Center Shopping – Av. João Naves de Ávila, 1331 – Loja 613 – Tibery

  • Agência Terminal Central - Av. João Pinheiro, 1154 - Lojas 55/56 – Pratic Shopping – Centro

 
Regras para envio das cartas

  • A imagem da carta deverá estar em formato JPG ou PNG, ter no máximo 150 dpi e tamanho de até 2 Mb

  • As cartas deverão ser manuscritas

  • Será aceita apenas uma carta por criança

  • Serão aceitas cartas de crianças de sociedade em geral de até 10 anos de idade

  • Serão aceitas cartas de crianças de escolas da rede pública de ensino, escolhidas pela secretaria de educação estadual ou municipal, que estão na Educação Infantil (creche e pré-escola) ou no Ensino Fundamental até o 5º ano, independentemente da idade

  • Priorizar criança em situação de vulnerabilidade social

  • O cadastro deverá estar devidamente preenchido com os dados pessoais, endereço completo e pedido da criança



VEJA TAMBÉM:

Prefeitura prorroga imunização contra sarampo e poliomielite


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »