11/11/2020 às 13h02min - Atualizada em 11/11/2020 às 13h02min

Polícia Militar reforça efetivo para ações durante as eleições em Uberlândia

Corporação suspendeu férias de militares e vai contar com oficiais administrativos para a fiscalização durante o período eleitoral

SÍLVIO AZEVEDO
Policiais militares farão rondas e ficarão à disposição nas seções eleitorais | Foto: Diário de Uberlândia
Com efetivo reforçado pelos oficiais administrativos e suspensão das férias, a Polícia Militar (PM) de Uberlândia apresentou, na manhã desta quarta-feira (11), planejamento para as eleições municipais que acontecem no próximo domingo (15).

“A PM já está intensificando a atividade de policiamento em torno dos locais de votação. Há incremento dessas ações com vistas a termos um pleito eleitoral seguro”, explicou o capitão Leandro Menezes. 

Especificamente para o domingo, Menezes afirmou que os locais de votação estarão assistidos com rondas e os policiais militares à disposição. “Efetivo será incrementado com os oficiais da administração, as férias foram cassadas para que tenhamos todo o efetivo disponível para um pleito seguro”.

Questionado sobre os crimes mais comuns no dia das eleições, o oficial cita o derramamento de santinhos próximo às seções eleitorais, mas acredita que esse ano deve ser menor pela maneira que os candidatos têm optado de estratégias de campanha.

 
“Nós percebemos uma modificação até na forma de se fazer campanhas. Uma questão que é muito recorrente em período de campanha eleitoral e no dia das eleições é a questão da derrama [de santinhos]. Então a PM vai ficar atenta, vai fiscalizar. Estamos a receber denúncias em nossos canais oficiais de comunicação, mas deslumbramos também a possibilidade de isso não ocorrer, tendo em vista que se tomou o rumo de investimentos nas campanhas por mídias digitais. Mas era uma infração comum de ocorrer”, reforçando ainda que a chamada “boca de urna” também será fiscalizada.

A partir desta quarta, ficam suspensos os cumprimentos de mandados de prisão até 48h após o fim do pleito, porém as demais ações da PM, como ações de prisão em flagrante delito, continuam sendo cumpridas normalmente.


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »