09/11/2020 às 09h51min - Atualizada em 09/11/2020 às 09h51min

Cassados, Doca desiste de campanha e Ceará tem situação indefinida

Vereador Guilherme do Econômico consegue reverter decisão judicial e tem registro deferido

DA REDAÇÃO
O ex-vereador Doca Mastroiano (Patriota), cassado por quebra de decoro parlamentar em maio deste ano, e que tentava uma decisão judicial para que o registro de candidatura fosse deferido, anunciou em suas redes sociais, na última sexta-feira (6), que desistiu da campanha. Segundo ele, a decisão foi tomada devido à demora em julgar o caso.

“Em respeito a vocês meus amigos eleitores, venho comunicar que estou deixando a disputa eleitoral de 2020. Não por falta de apoio, nem por medo das urnas, mas sim pela demora da nossa justiça em deferir minha candidatura, dificultando a minha caminhada. Infelizmente a rapidez da Justiça que me condenou não é a mesma que, agora, aguardo me inocentar”.

Outro ex-vereador cassado neste ano, Osmírio Alves, o Ceará (Rede), também não conseguiu reverter a situação da Justiça Eleitoral de Uberlândia e tem a candidatura indeferida, desta vez após recurso apresentado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG). A decisão foi do desembargador Mauricio Soares. “Vou recorrer à instância superior. Acredito que todo o processo de cassação foi irregular e tenho certeza de que a justiça será feita”, disse Ceará.

Além de Doca e Ceará, outros dois vereadores que sofreram processo de cassação em 2020 registraram candidatura. Ronaldo Alves (DC) que teve o registro indeferido também desistiu de participar da eleição, enquanto Silésio Miranda (PT) conseguiu liminar que suspende os efeitos da cassação, recuperando a elegibilidade e o deferimento da sua campanha. 

DEFERIDO
Já o registro de candidatura do vereador Guilherme do Econômico (PP) foi deferido pela Justiça Eleitoral. Anteriormente, Guilherme havia sido enquadrado na Lei da Ficha Limpa após ser condenado à inelegibilidade por excesso de doação na campanha do então deputado federal Tenente Lúcio, em 2014. 

“Essa multa já está negociada e sendo paga de forma parcelada. Além de a Justiça entender que o limite ultrapassado não impactou no resultado da campanha dele. Com isso não tem motivo de impugnação”, comentou. 




 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »