11/09/2020 às 08h28min - Atualizada em 11/09/2020 às 08h28min

PRF apreende 100 kg de maconha e carro roubado na BR-365 em Uberlândia

Ocorrências foram registradas nesta quinta-feira (10); cinco pessoas foram detidas por tráfico de drogas e estelionato

DA REDAÇÃO
Droga seria entregue em Uberlândia e no estado da Bahia | Foto: PRF/Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta quinta-feira (10), cerca de 100 quilos de maconha e um carro produto de crime na BR-365 em Uberlândia. Cinco pessoas foram rendidas pelos crimes de tráfico de drogas e estelionato. 

 

A primeira ocorrência foi registrada no km 606 por volta das 18h. Os policiais faziam uma fiscalização de rotina na rodovia quando avistaram dois jovens, de 18 e 28 anos, encostados em uma carreta estacionada. Eles demonstraram nervosismo com a chegada da viatura.

 

Durante uma fiscalização detalhada no veículo, as autoridades encontraram aproximadamente 100 kg de maconha, escondidos dentro em um compartimento da carreta. Um dos abordados, que conduzia o veículo, confessou que trazia a droga de Campo Grande (MS), deixaria metade em Uberlândia e levaria o restante para o estado da Bahia.

 

Em seguida, um carro parou próximo ao local da abordagem. Um dos ocupantes foi até a carreta e o outro esperou em um bar da região. Quando viram a presença dos policiais eles tentaram correr, mas foram abordados. Os autores, de 24 e 29 anos, disseram que iriam encontrar o motorista da carreta para pegar os entorpecentes. 

 

Diante da situação, os quatro jovens foram encaminhados para a Polícia Federal de Uberlândia junto ao veículo e as drogas apreendidas.

 

ESTELIONATO

Carro com registro de roubo foi recuperado durante fiscalização na rodovia | Foto: PRF/Divulgação

Um homem de 35 anos foi preso por suspeita de estelionato, nesta quinta-feira (10), após ser flagrado na BR-365 conduzindo um carro com registro de roubo. A ocorrência foi registrada por volta das 14h, no km 627.

 

Segundo a PRF, o carro foi abordado durante fiscalização na rodovia. Durante consulta nos sistemas policiais, foi constatado que o veículo não estava registrado no nome que constava no documento entregue pelo motorista. 

 

O homem demonstrou nervosismo e informou que perdeu os documentos pessoais em 2016 e, desde então, estava sendo vítima de estelionato e que o veículo nunca foi de propriedade dele. Disse ainda que terceiros estavam utilizando os dados dele para praticarem crimes diversos.

 

O condutor do carro contou ainda que comprou o veículo em 2017 na cidade de Ribeirão Preto (SP), pagando por um valor reduzido. Relatou também que não conseguiu pagar pelas prestações do automóvel.

 

Sem ter nada que comprovasse o roubo dos documentos e a compra do veículo, o homem foi detido por suspeita de estelionato e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. O carro foi apreendido.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »