14/06/2020 às 10h30min - Atualizada em 14/06/2020 às 10h30min

Empresa oferece possibilidade de desconto na energia elétrica em Uberlândia

Cadastro é gratuito e serviço, sem taxa, pode gerar economia de até 15%

DHIEGO BORGES

Em momentos de crise econômica, diminuir ou cortar despesas é praticamente inevitável. A prioridade, em tempos de pandemia, é manter em dia contas domésticas indispensáveis, como energia elétrica, por exemplo. Se não dá para deixar de pagar, o desafio então é reduzir o valor. Com o objetivo de oferecer essa possibilidade aos consumidores, uma startup criou uma plataforma que oferece desconto de até 15% na conta de luz.

Criada em 2017, a Metha Energia, com sede em Belo Horizonte, tem 20 mil usuários cadastrados em 200 municípios do estado. Em Uberlândia, a empresa ainda tem poucos adeptos, com apenas 70 beneficiários. De acordo com o sócio-fundador, Victor Soares, o consumo médio dos clientes na cidade é de R$ 310,00/mês. Com a utilização do serviço, segundo o empreendedor, esses consumidores conseguem uma economia de aproximadamente R$ 560,00 por ano. 

Segundo Victor, os clientes cadastrados não pagam nenhuma taxa pela utilização do serviço e o contrato pode ser cancelado a qualquer instante. Também não é preciso fazer nenhum tipo de mudança ou nova instalação na residência. “Para o cliente final, criamos tudo da forma mais simples e intuitiva possível. O consumidor faz o cadastro, passa por uma análise e, após a aprovação, ele já começa a fazer parte do benefício”.

Com o cadastro aprovado, os consumidores passam a receber por e-mail e WhatsApp o boleto da conta de luz através da empresa, que repassa os pagamentos à Cemig. Para a aprovação, a startup avalia alguns quesitos. Entre eles, se o cliente já possui benefícios relacionados a subsídio ou tarifa social, sua curva de consumo e o índice de adimplência. O cadastro pode ser feito gratuitamente no site da Metha Energia.
 
COMO FUNCIONA
A plataforma 100% digital utiliza uma operação chamada de geração distribuída, regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Na prática, a startup injeta energia limpa (solar, biogás e pequenas centrais hidrelétricas), por meio de usinas de parceiros, na concessionária Cemig. O procedimento gera créditos que são convertidos em descontos para o consumidor cadastrado.

De acordo com o fundador, a meta da empresa é atingir 50 mil clientes até março de 2021. "Os clientes estão cada vez mais interessados em entender melhor o que consomem. Além de pagar mais barato, as pessoas querem saber por que estão pagando aquele valor, como é produzido aquele produto ou serviço e qual o impacto para o planeta", explica Victor Soares.

A startup foi premiada em 2018 pelo Seed, um programa de aceleração de startups do governo de Minas Gerais.

























 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »